Hamlet Volta à Cena no Teatro Municipal Joaquim Benite

hamletHamlet, a co-produção do Teatro da Cornucópia e da Companhia de Teatro de Almada que estreou no Festival de Teatro de Almada, volta ao Teatro Municipal Joaquim Benite a partir da próxima sexta-feira. Última oportunidade para ver Luis Miguel Cintra a atuar, depois da anunciada retirada de palcos, a semana passada.

A representação integral do clássico tem a duração de 4 horas. No papel de protagonista, Luis Miguel Cintra dá-nos a conhecer um Hamlet jovem, como Shakespeare retratou originalmente, interpretado nesta produção pelo actor Guilherme Gomes, de apenas 22 anos.

Em Hamlet coloca-se em cena o confronto entre duas gerações: o grupo de jovens constituído pelo protagonista e pelos seus amigos, que se regem pelos valores em nome dos quais se organiza a sociedade, e os mais velhos – a quem só já importa o poder.
É esta dualidade que interessa ao encenador, bem como a forma como a arte se integra, ou não, na evolução do mundo em que vivemos: e como é que no momento presente gerações diferentes vivem, o que esperam do futuro, e o que renegam.
Nas palavras de Luis Miguel Cintra: “É essa a tragédia de Hamlet – virar tudo ao contrário, no sentido de perceberem que a mudança não seria reconstruir a sociedade podre que os pais não conseguiram construir, mas sim construir uma outra sociedade. O Hamlet faz o trabalho de recusa, com erros que lhe custaram a vida, mas deixa a solução para os que vierem depois e entenderem o seu testemunho. A certa altura comecei a perceber que isto era igual ao problema político do nosso tempo”.

As questões que inquietam o príncipe da Dinamarca ecoam assim na actualidade: como restaurar a ordem sem abdicar do idealismo? Como fazer justiça sem manchar as mãos de sangue? Como lutar e ao mesmo tempo preservar quem somos?

A peça fica em cena até ao dia 15 de novembro, às quartas e quintas-feiras às 20h00, sextas e sábados às 21h00 e domingos às 16h00. Os bilhetes encontram-se à venda e custam entre 6 e 13 euros.

Texto de Tânia Fernandes

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.