Há Música Na Vista Alegre Em Exposição

A Vista Alegre apresenta de 9 de fevereiro a 14 de abril, no Museu Vista Alegre em Ílhavo, uma nova exposição temporária dedicada ao património musical da Fábrica e do Bairro Operário da Vista Alegre.

A exposição pretende dar a conhecer uma perspetiva sobre o património musical da Vista Alegre entre as histórias da Banda Filarmónica e dos Orfeões, passando pelo Jazz ali tocado. Através do cruzamento de objetos e instrumentos, documentos, memórias orais e fotografias, pretende-se apresentar o universo musical num contexto operário, tendo como cenários a Fábrica de Porcelana e o Bairro Operário da Vista Alegre.

Com curadoria de Pedro Rocha, a exposição Há Música na Vista Alegre reflete uma parte do seu trabalho de doutoramento e dos seus projetos de investigação científica sobre a Vista Alegre, nomeadamente o projeto “Nossa Música, Nosso Mundo: Associações Musicais, Bandas Filarmónicas e Comunidades Locais”, que liga hoje o Museu Vista Alegre, o Instituto de Etnomusicologia Centro de Estudos em Música e Dança de Aveiro e outros parceiros locais.

Pedro Rocha é doutorado em Ciências da Educação pela Universidade do Porto, com tese desenvolvida no Bairro e no Museu, e o seu estudo da Vista Alegre tem incidido nos domínios da Etnomusicologia, Gerontologia e Ciências da Educação.

Duas oficinas e workshops criativos complementam esta exposição, sendo elas:

“Escutar Memórias” – Sábado, 16 de Fevereiro
No dia 16 de fevereiro, das 17h00 às 18h00, em “Escutar Memórias”, o Museu Vista Alegre abre os recônditos lugares das suas memórias para partilhar alguns dos segredos das suas coleções, materializados em fotografias, documentos e objetos que pertenceram à Banda e aos Orfeões da Vista Alegre. Neste dia, os visitantes serão desafiados a abrirem as caixas arrumadas nos armários e a descobrir, de novo, a vida da música e a música da vida.

“CRASSH – A Música tem Vista Alegre” – Sábado, 16 de março
A 16 de março, o Museu Vista Alegre convida a participar num workshop de entrada livre com os CRASSH, e a descobrir que a música tem Vista Alegre.
Neste workshop, que se irá realizar das 10h30 às 12h30, os participantes vão poder explorar as sonoridades musicais provenientes da porcelana recorrendo ao corpo, à voz e a vários instrumentos. As atividades são para todas as idades, níveis e gostos musicais, e o único requisito é o interesse pela música. Os participantes deverão fazer a inscrição prévia até três dias úteis por email ou telefone.

A exposição pode ser vista de segunda-feira a domingo das 10h00 às 19h30. A entrada é livre.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.