Há Fado no Cais: 12 meses, 12 concertos no CCB em 2014

fado_caisDepois de Gisela João no dia 25 de janeiro, Há fado no cais insere-se na programação anual do Centro Cultural de Belém numa parceria com o Museu do Fado/EGEAC, com o seguinte calendário:

15 de fevereiro – Ricardo Ribeiro, Grande Auditório, 21 h

28 de fevereiro – Duarte, Pequeno Auditório, 21 h

12 de abril – “Fado para dois” com Lenita Gentil e Natalino Jesus, Pequeno Auditório, 21 h

23 de maio – Vanessa Alves, Pequeno Auditório, 21 h

10 de outubro – Maria Ana Bobone, Grande Auditório, 21 h

23 e 24 de outubro – Carminho, Grande Auditório, 21 h

7 de novembro – Teresinha Landeiro, Pequeno Auditório, 21 h

29 de novembro – “Fado – Canção de Lisboa” com Pedro Moutinho, Raquel Tavares e Ana Sofia Varela, Grande Auditório, 21 h

11 de dezembro – Cristina Branco, Grande Auditório, 21 h

19 de dezembro – Teresa Tapadas,  Pequeno Auditório, 21 h

Entre outras iniciativas de promoção da música que não se compreende nem se explica mas que se sente – tal com Amália se referia ao fado – o programa conta também com o ciclo A Cantar e a Contar II, com Aldina Duarte nos dias 8, 15, 22 e 29 de maio.

Dando continuidade ao protocolo de colaboração e coprodução assinado em 2012, a Fundação CCB e o Museu do Fado/EGEAC mantêm – na temporada de 2014 – o projeto de fidelização Assinatura Fado, que permite a aquisição dos bilhetes com maior antecedência e com um desconto significativo. A versão Assinatura A dá acesso a 11 concertos com 30% de desconto e a Assinatura B, também apelidada “meia temporada” dá acesso a cinco concertos com 25% de desconto.

Tanto as assinaturas como os bilhetes podem ser adquiridos na bilheteira do CCB ou nos locais habituais. O preço dos bilhetes, sem desconto, varia entre os 5 e os 18 euros. Exceção para os destinados ao concerto de Ricardo Ribeiro no dia 15 de fevereiro, não incluído na Assinatura Fado, e cujo preço varia entre os 10 e os 30 euros.

Texto de Madalena Travisco

 

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.