Gradiva Publica Sangue Azul Gelado

Sangue Azul Gelado da autoria de Iúri Buida, com tradução do russo de José Milhazes, é o mais recente romance lançado pela Gradiva.

A história da vida e da morte de Ida Zmoiro, cujo protótipo foi a conhecida actriz soviética Valentina Karavaeva, é utilizada pelo autor para retratar um regime onde o indivíduo pode gozar da sua fama mundial desde que seja fiel ao ditador, mas «desaparece» logo que ousa ir contra as regras da ditadura.
Expulsa dos ecrãs e palcos, Ida não baixa os braços e tenta sobreviver num ambiente cinzento e hostil, criando o seu próprio mundo: um quarto escuro onde continua a representar os seus papéis preferidos.
Pouco tempo antes de morrer, Ida tinha-se levantado da cama, ao som das três horas da madrugada, para libertar uma Stomoxys calcitrans (uma mosca dos estábulos) de uma caixinha onde a guardara por algum tempo, e assim manter o ritual. Mas desta vez a mosca não «ressuscitou» como de costume. Ida saiu de casa, com caixinha dentro do bolso, e não voltou mais. Morreria algum tempo depois. O povo de Chúdov atribuiu a culpa às «pombas». Seria Ida Zmoiro a última vítima?

Iúri Buida é um autor aclamado e um dos mais célebres escritores da literatura russa contemporânea tendo vencido já numerosos prémios no seu país, sendo que a sua obra literária foi já traduzida e publicada em várias línguas estrangeiras. O jornalista José Milhazes dispensa apresentações, sendo conhecido pelos seus trabalhos para a SIC, e Observador (atualmente).

Sangue Azul Gelado apresenta personagens peculiares e acontecimentos estranhos envoltos em drama, paixão e tragédia.

Um livro com 282 páginas à venda por 14 euros.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.