Folclore contemporâneo de Clara Andermatt

ficaNoSingelo_sarasantos-30Reportagem de Tânia Fernandes e Sara Santos

Lotação esgotada, este fim de semana, na Culturgest em Lisboa, para assistir ao espetáculo Fica no Singelo de Clara Andermatt. Um cruzamento singular da arte popular com o movimento contemporâneo que o público aplaudiu com entusiasmo.

O palco é partilhado com bailarinos, músicos e cantores. Movimentos folclóricos, sons tradicionais, cânticos com raiz. O público está ali para assistir mas também é convidado a participar. Os bailarinos partilham mensagens e convidam a plateia a marcar o ritmo de melodias que fazem parte da história da nação. Em movimentos repetidos, interpretam e desenvolvem novos conceitos de danças como o corridinho, o fandango ou o vira. As tradições e os costumes estão presentes. O trabalho duro no campo, os momentos de lazer que conduzem ao romance e as celebrações religiosas são marcos da rotina rural, aqui traduzida em coreografias. A tradução de um trabalho etnográfico com o corpo, o património português em movimentos contemporâneos.

This slideshow requires JavaScript.

Fica no Singelo, estreou em dezembro de 2013 em Viseu e depois das apresentações em Lisboa pode ser visto no Centro Cultural Vila Flôr em Guimarães a 6 de fevereiro e no Teatro Nacional de S. João a 6 e 7 de junho.

 

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.