Foco Musical Apresenta O Principezinho – Um Musical Para Plateia E Marionetas

A Foco Musical apresenta ao grande público O Principezinho: Um Musical para Plateia e Marionetas, com direção musical e música de Jorge Salgueiro.

O musical vai estar em cena em três cidades: em Lisboa, no Centro de Congressos, nos dias 20 e 21 de março; no Porto, no Europarque, no dia 29 de março; e em Coimbra, no Teatro Académico de Gil Vicente, no dia 3 de abril.

O musical adapta para o palco a obra de Antoine de Saint-Exupéry, publicada em 1943. O espetáculo conta a estória de um piloto que aterra de emergência no deserto do Saara e encontra um rapaz que diz ser o príncipe de um planeta distante, território que partilha apenas com uma rosa. São 29 quadros que O Principezinho: Um Musical para Plateia e Marionetas nos apresentará, tal como os capítulos do livro original, através de um espetáculo originalmente escrito para crianças.

O texto será essencialmente cantado. Pelo público na plateia, por algumas marionetas e por cantores profissionais.

O Musical prevê trabalho de sala prévio pois a plateia assume mais um papel imprescindível no momento da apresentação ao vivo, o que implica ensaio prévio para colaborar com a orquestra e com os cantores do nosso. Haverá ainda intervenções para percussão corporal, para flauta de bisel e algumas outras surpresas.

Serão  29 peças escritas para instrumental Orff, uma para cada capítulo de O Principezinho, com linhas para voz branca (vozes infantis), flautas de bisel e percussões de sala de aula.

O musical vai estar no Centro de Congressos de Lisboa, nos dia 20 e 21 de março, com sessões às 9h30, 11h00 e 14h00; no dia 29 de março, vai estar no Porto, no Europarque, às 10h00 e às 14h00; e no Teatro Académico Gil Vicente, em Coimbra, no dia 2 de abril, às 9h30, 11h00 e 14h00. Em Lisboa e Porto, os bilhetes custam 12,50 euros e em Coimbra 9 euros, e estão à venda nos locais.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.