Festival Vaudeville Rendez-Vous Decorre A Norte Até Dia 29 De Julho

Até dia 29 de julho decorre a norte, nas cidades de Braga, Guimarães e Vila Nova de Famalicão o festival de circo e artes de rua Vaudeville Rendez-Vous.

Este ano a celebrar a sua quarta edição, o festival, promovido pelo Teatro da Didascália, conta com 21 apresentações gratuitas, incluindo seis estreias nacionais de reputadas companhias de circo contemporâneo e duas coproduções em estreia absoluta, bem como atividades paralelas de sensibilização para a arte circense.

O festival arrancou ontem à noite em Vila Nova de Famalicão, com o espetáculo Face Nord, da companhia francesa Un Loup pour L’Homme.

Hoje, dia 27, têm lugar seis espetáculos que se repetem depois nas outras cidades. Landscape(s) #1, da companhia La Migration, coloca em cena uma máquina criada propositadamente para o espetáculo que permite aos artistas descreverem movimentos perpétuos no ar, numa espécie de pêndulo gigante. Pode ser visto às 19h00, na Avenida da Liberdade, em Braga. Repete no dia 28 de julho, às 22h00, em Famalicão (Parque da Juventude) e a 29 de julho, às 19h00, em Guimarães (Jardim do Paço dos Duques).

Segue-se E-nxada, um projeto criado pela companhia Erva Daninha e pela Binaural/Nodar que explora a experiência e o imaginário rurais a partir de um ponto de vista urbano, tendo a enxada como ponto de partida numa crítica irónica aos objetos contemporâneos que lhe servem de contraponto. Às 19h00 de dia 27, em Guimarães (Largo de Donães) depois no dia 28 de julho, às 19h00, em Famalicão (Praça D. Maria II) e a 29 de julho, às 11h00, em Braga (Largo São João Souto).

Ex-Aequo revela os diálogos entre dois artistas que têm uma paixão conjunta pela natureza e que vão viver juntos, procurando o equilíbrio na sua nova casa. A performance faz parte do Entree, um programa de talentos para estudantes de circo na Holanda e Bélgica apoiado pelo governo flamengo, e estreia-se em território nacional a 27 de julho, às 19h00, em V.N. Famalicão (Parque da Juventude). Repete a 28 de julho, às 19h00, em Braga (Largo S. João Couto) e a 29 de julho, às 11h00, em Guimarães (Jardim do Paço dos Duques).

Na quinta-feira é possível ver Piti Peta Hofen Show com o alemão Hannes – acrobata e condutor de uma carrinha – e o espanhol Andres – músico e cozinheiro. A performance pode ser vista a 27 de julho, às 22h00, em Guimarães (Largo da Oliveira); na sexta-feira, às 22h00, em Braga (Rossio da Sé); e no sábado, às 19h00, em Famalicão (Parque da Juventude).

Perpetuum Mobile é uma proposta de malabarismo como um movimento contínuo e perpétuo. O espetáculo da companhia Fred Teppe faz do jogo de bolas um trabalho sóbrio e sofisticado que nos transporta para um universo poético de grande qualidade estética e visual. Para ver às 22h00 de quinta-feira na Praça D. Maria II, em Famalicão.

Demudar é uma coprodução do Vaudeville Rendez-Vous com o recém-criado Instituto Nacional de Artes do Circo (INAC) e conta com a direção artística de Hugo Oliveira. No espetáculo, os alunos do 1º ano desta estrutura vão executar algumas manobras com recurso a instrumentos como a lira, corda, bolas e massas, monociclo, rola bola, corda bamba, roda cyr e roda alemã, mastro chinês, anéis chineses estraps e pinos. Para ver no dia 27 de julho, às 22h00, no Rossio da Sé, em Braga; e no dia 29 de julho, às 22h00, no Largo da Oliveira, em Guimarães.

Estreia absoluta da coprodução entre o Festival Vaudeville Rendez-Vous e os italianos Associazone Culturale Sarabanda no dia 28 – Sentido, uma performance com recurso a circo contemporâneo, dança, teatro ou música, enquanto buscam pelo equilíbrio da beleza. Pode ser visto na sexta-feira, às 22h00, em Guimarães (Largo Condessa do Juncal), e no sábado, às 19h00, em Braga (Largo do Paço).

Contigo une as aptidões de João Paulo dos Santos e Rui Horta numa produção da companhia francesa O Último Momento, que o acrobata criou com o músico Guillaume Dutrieux, o espetáculo tenta encontrar uma linguagem para expressar a solidão, a harmonia e a singularidade das artes circenses. As apresentações acontecem a 28 de julho, às 19h00, em Guimarães (Largo da Oliveira) e no dia 29 de julho, às 11h00, em Famalicão (Parque da Juventude).

A encerrar o festival inTarsi é uma produção de Itália, Espanha e Catalunha e apresenta quatro acrobatas que nos conduzem por entre um universo composto por fragmentos de vida. A solidão, a partilha ou o convívio são evocados através da dança e do teatro físico, mas, sobretudo, através das artes circenses: acrobacia mão a mão, minitrampolim, báscula e corda acrobática. A performance é uma estreia nacional e encerra o Festival Vaudeville Rendez-Vous no sábado, às 22h00, em Braga (Rossio da Sé).

Complementam a programação três oficinas temáticas de malabarismo e manipulação de aparelhos, equilíbrio e acrobacia aérea, orientada pelo INAC, nos dias 27 e 28 de julho, entre as 10h00 e as 13h00; e no dia 29 de julho, entre as 14h00 e as 17h00 nas três cidades minhotas. As inscrições são gratuitas, mas limitadas, podendo ser efetuadas através do site da companhia de Teatro da Didascália.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.