Festival Santa Casa Alfama Decorre De 2 E 3 De Outubro E Homenageia Amália Rodrigues

O festival do Fado de Alfama regressa nos dias 2 e 3 de outubro, numa edição dedicada a Amália Rodrigues, e que vai contar com concertos especiais e as atuações de Gisela João, Mariza, entre outros.

O cartaz deste ano promete mais de 40 concertos, distribuídos por 9 palcos, um deles novidade, instalado no átrio do Museu Militar, uma exposição e um espetáculo de vídeomapping.

Em ano que se assinala o Centenário de Amália, o festival homenageia a fadista e apresenta no dia 3 de outubro um concerto no Palco Santa Casa, dirigido por Jorge Fernandes – Celebrar Amália 100 Anos Depois, que reúne nomes como Jorge Fernando, Rui Veloso, Katia Guerreiro, Diogo Piçarra, Marco Rodrigues, Sara Correia e André Amaro.

A homenagem continua com a exposição Bem Vinda Sejas, Amália, que vai estar patente no terminal de cruzeiros de Santa Apolónia (organizada pela Fundação Amália Rodrigues) e o espetáculo de videomapping Amália, que vai ser projetado na fachada do Terminal de Cruzeiros de Lisboa.

Além do Palco Santa Casa, junto ao Terminal de Cruzeiros de Lisboa, os concertos terão lugar no Palco Ermelinda Freitas (Rooftop do Terminal de Cruzeiros de Lisboa), na Esplanada do Restaurante do Museu do Fado, no Centro Cultural Dr. Magalhães Lima, no Palco Santa Maria Maior (Largo do Chafariz de Dentro), no Palco Amália (Auditório Abreu Advogados), no Palco Santa Casa Futuro (Sociedade Boa União), no já habitual Fado à Janela, e num novo palco instalado no Museu Militar de Lisboa.

Para além de Mariza (que atua dia 2) e de Gisela João (no dia 3), que vão atuar no Palco Santa Casa, estão também confirmadas as presenças de Fábia Rebordão, e André Dias – Amália na voz da guitarra”, no dia 2; Hélder Moutinho e “Fado em Boas Mãos” com Buba Espinho, Joana Almeida, Maura, Tiago Correia no dia 3, atuam no Palco Ermelinda Freitas, no terraço do Terminal de Cruzeiros de Lisboa, ao Pôr do Sol.

Já o Palco Amália vai receber no dia 2 de outubro, Vânia Duarte e André Baptista; e no dia 3 Catarina Rocha e Francisco Salvação Barreto.

Já o Fado à Janela, a partir do Largo de São Miguel, vai contar com as atuações de Jorge Silva – Guitarra Portuguesa, Gilberto Silva – Viola e José Manuel Rodrigues – Baixo.

Situado no Largo de São Miguel, o Fado à Janela volta a encher as ruas e ruelas de Alfama com fado e a alma das guitarras. Jorge Silva, Gilberto Silva e José Manuel Rodrigues terão nas suas mãos uma Guitarra Portuguesa, uma Viola e um Baixo, respetivamente, e prometem contribuir para uma experiência absolutamente inesquecível, vivida nos próximos dias 2 e 3 de outubro.

Cartaz

Dia 2 de Outubro Dia 3 de Outubro
Palco Santa Casa Mariza Gisela João
Concerto exclusivo Celebrar Amália 100 Anos Depois com Jorge Fernando, Rui Veloso, Katia Guerreiro, Diogo Piçarra, Marco Rodrigues, Sara Correia e André Amaro
Palco Ermelinda Freitas | Rooftop do Terminal de Cruzeiros de Lisboa Fábia Rebordão
André Dias “Amália na Voz da Guitarra”
Hélder Moutinho
“Fado em Boas Mãos” com Buba Espinho, Joana Almeida, Maura, Tiago Correia
Palco Amália | Auditório Abreu Advogados Vânia Duarte
André Baptista
Catarina Rocha
Francisco Salvação Barreto
Terminal de Cruzeiros de Lisboa

Exposição Bem-Vinda Sejas Amália

Fachada do Terminal de Cruzeiros de Lisboa –
Espetáculo de vídeo mapping Amália

Exposição Bem-Vinda Sejas Amália

Fachada do Terminal de Cruzeiros de Lisboa –
Espetáculo de vídeo mapping Amália

Fado à Janela| Largo de São Miguel Jorge Silva, Gilberto Silva e José Manuel Rodrigues Jorge Silva, Gilberto Silva e José Manuel Rodrigues

 

Os bilhetes já estão à venda online e nos locais habituais, e custam até 1 de outubro, 35 euros o passe de 2 dias e 25 euros o bilhete diário. Nos dias do Festival o passe custa 40 euros e o bilhete diário 30 euros.

O passe tem que obrigatoriamente ser trocado por pulseira, pelo próprio, colocada pela organização do Festival no Museu do Fado. A pulseira dá acesso a todos os espaços do Festival até ao limite de lotação de cada um (que passou para metade em contexto Covid-19).

Por força da pandemia, o festival terá apenas lugares sentados, com aplicação de todas as regras da DGS; metade da lotação, as máscaras substituem os leques e gel desinfetante à entrada de todos os palcos.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.