Festival Internacional De Performance Audiovisual Nas Caldas Da Rainha De 29 De Junho A 1 De Julho

A·mor·phous AV Fest é o nome do novo festival Internacional De Performance Audiovisual que vai decorrer nas Caldas da Rainha, de 29 de junho a 1 de julho, apresentado recentemente no Salão Nobre do Hospital Termal, nas Caldas da Rainha. O C&H esteve presente na apresentação e  conta-lhe tudo sobre esta, que é uma novidade em Portugal.

São três dias de cartaz completo e todo ele dedicado a uma mostra internacional de performance audiovisual. Nestes dias 35 artistas vão estar reunidos nesta cidade para demonstrar o que de melhor se faz nas artes performativas. Estes são perfomers de Portugal, Espanha, França, Alemanha, República Checa, Itália, Inglaterra, Rússia, Argentina, Austrália, USA, entreoutros países e que irão expor as diferentes abordagens à linguagem audiovisual em diferentes momentos que podem ir desde a instalação, vídeo-arte, vídeo-projecção mapping e micrommaping com a temática focada nos moldes de cerâmica.

O espectáculo A·mor·phous AV Fest resulta de uma parceria de uma plataforma local com parceiros nacionais e internacionais. [re+act(ion)]AV é o nome da plataforma coletiva formada por ex-alunos da ESAD mas também com a presença de alunos de outras áreas – perfazem um total de nove pessoas com cursos e percursos profissionais distintos em áreas como a contabilidade, gestão, produção, design gráfico, artes plásticas, cenografia, teatro, fotografia , veejaying deejaying vídeo mapping, performance e cerâmica. A plataforma nasceu numa parceria com associações criativas locais e só depois de alguns eventos/trabalhos e uma presença internacional se formalizou como Associação Reaction AV.

Posto isto, surge a necessidade de criar em Portugal um evento dedicado a apresentar as Performances Audiovisuais – colocando Portugal no mapa europeu deste eventos o que ainda não constava a este nível.

Para este festival estão previstos: workshops, conferências, performance AV e instalações Audio Visuais com apresentação de trabalhos finais de alunos da ETEO, concertos, micromapping relativa a peças de cerâmica, VJ & DJ sets com video mapping ou seja a projecção de um vídeo de grande escala inédito na fachada dos Balneários do Hospital Termal (reconhecido por ser um dos mais antigos do mundo). Este último é diferente dos normais no sentido que não conta uma história, aqui é tudo feito com manipulação ao vivo como se se tratasse de uma peça de teatro – mais artístico uma situação nova neste mercado. Onde os artistas podem mostrar ao vivo o que sabem fazer.

O foco na cerâmica misturada com o audiovisual é um dos momentos esperados, bem como os worshops que são gratuitos, muito práticos e com limite de participantes.

Sobre o local no mapa escolhido para o evento, frisaram que a cidade das Caldas da Rainha tem o lema “Terra de água e de artes” e esta é mais uma iniciativa de caráter artístico e criativo que se enquadra neste contexto – recebendo por isso o apoio da Câmara Municipal.

No decorrer da apresentação era visível uma amostra na parede das salas e ainda num vestido de Ana Sobral de um pouco do que se pode esperar deste festival. Momento muito apreciado pelos presentes: organizadores, imprensa e Presidente da Câmara das Caldas da Rainha Fernando Tinta Ferreira.

O evento terá lugar no Céu de Vidro/ Casa da Cultura, junto ao Parque D. Carlos I das Caldas da Rainha.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.