Festival Internacional de Música de Paços de Brandão Em Outubro

A 44ª edição do Festival Internacional de Música de Paços de Brandão (FIMUV) realiza-se de 1 a 30 de outubro, em onze auditórios e salas de Santa Maria da Feira, promovido pela associação CiRAC com o apoio da Direção-Geral das Artes e da autarquia local, com direção artística de Augusto Trindade.

Esta edição, especialmente dedicada à Voz, inclui 13 propostas, desde espetáculos de música erudita, ópera, jazz e world music até concertos inclusivos e performances de dança contemporânea.

Entre os artistas que este ano se associam ao evento inclui-se a soprano alemã Mojca Erdmann, a violonista e cantora brasileira Badi Assad e, agora em duo, o violoncelista alemão Benedict Kloeckner com a pianista suíça Beatrice Berrut.

O Dia Mundial da Música, a 1 de outubro, marca o início do Festival com um concerto em streaming FIMUV pelo Mundo, que, dará a ouvir a partir de França valores emergentes da música de câmara: o duo de pianistas MusicOrba, composto pelo português Ricardo Vieira e pelo japonês Tomohiro Hatta.

O Cineteatro António Lamoso acolhe, no dia 2 de outubro, a Iniciação do Ballet Contemporâneo do Norte e o auditório da Biblioteca Municipal de Santa Maria da Feira será palco de um recital de Benedict Kloeckner e Beatrice Berrut, no dia 9 de outubro.

A Academia de Música de Paços de Brandão acolhe, no dia 13 de outubro, um recital por jovens laureados nos concursos internacionais Paços’ Premium e Cidade do Fundão e a performance “Dez séculos de história”, do Coro do CiRAC, a 15 de outubro e no dia 17, o recital com os vencedores do Prémio Jovens Músicos 2020.

No dia 16 de outubro, o Cineteatro António Lamoso é o palco do concerto Textures and Lines, da dupla Joana Gama e Luís Fernandes

O Festival fica ainda marcado pela apresentação do livro ABC do Violino e a opereta de um único acto Rita, do italiano Gaetano Donizetti, sob a direção artística de Luís Rendas Pereira, no dia 22 de outubro, bem como um concerto de Badi Assad. Destaque para Orquestra Filarmónica Portuguesa num concerto com a soprano alemã Mojca Erdmann, no Grande Auditório do Europarque

De 25 a 28 de outubro realizar-se-ão cinco performances do mesmo projeto pela Academia de Líderes Ubuntu, com artistas do Instituto Padre António Vieira levarão música e filosofia africana a duas escolas, duas CERCI e à ala pediátrica do Hospital São Sebastião.

O FIMUV 2021 encerra a 30 de outubro, no palco do CiRAC, com o concerto da banda espanhola Rarefolk.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.