Festival Das Artes QuebraJazz Arranca Segunda-Feira Em Coimbra

A 12ª edição do Festival das Artes QuebraJazz, sob o tema “Outros Mundos”, começa segunda feira dia 19 e decorre até 27 de julho, no anfiteatro ao ar livre Colina de Camões, na Quinta das Lágrimas, em Coimbra.

A abertura está marcada para as 17h00, com a inauguração da exposição Japão e Portugal: Fusão das Artes e das Letras no Século XVI, que vai estar patente até 30 de julho na Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra.

“A exposição celebra a chegada dos portugueses a outros mundos do Oriente, no Século XVI, primeiro à India, depois à China e, em 1543, ao Japão. Neste país o encontro foi de curiosidade mútua e dele também surgiram trocas, receitas, e formas de arte. Os objetos em presença na Biblioteca de Universidade de Coimbra vêm das primeiras décadas de contacto entre estes dois mundos. Expressam a fusão do encontro que não foi virtual e ficou registado nas cartas, nos livros, nos mapas, nos baús de laca, nas caixas e na decoração das armas”.

Uma hora mais tarde, às 18h00, também na Biblioteca decorre a conferência “As Rotas Oceânicas” e a circulação das formas artísticas proferida pelos professores universitários João Paulo Oliveira e Costa e Cristina Castel-Branco.

A noite será marcada com um concerto do guitarrista americano Kurt Rosenwinkel com a Orquestra de Jazz de Matosinhos, que reúne vários géneros musicais e une jazz, guitarra e orquestra, pelas 21h00.

O programa inclui concertos diários que, entre a música clássica e o jazz, dão continuidade à parceria estabelecida com o QuebraJazz, sendo os primeiros três dias dedicados à música clássica, com nomes como Os Músicos do Tejo, Aga Khan Master Musicians, a Jovem Orquestra Portuguesa e a Orquestra Gulbenkian.

Na terça-feira, dia 20 de julho, a proposta é para de uma viagem pela música antiga, com a orquestra portuguesa os Músicos do Tejo e a soprano Sandra Medeiros, no anfiteatro ao ar livre da Colina de Camões, na Quinta das Lágrimas. Sob o título In furore, o programa integra obras de George Friedrich Händel, Carlos Seixas, Pedro António Avondano, Carl Phillipp Emanuel Bach, Francisco António de Almeida e Antonio Vivaldi e é conduzido pelo maestro Marcos Magalhães.

Às 21h00 tem lugar o concerto de Basel Rajoub (saxofone e duclar), Feras Charestan (qãnun), Jasser Haj Youssef (viola e viola d’amore), e Andreas Piccione (bateria de quadro).

No dia 21 atuam os Aga Khan Master Musicians (Basel Rajoub, Feras Charestan, Jasser Haj Youssef, Andreas Piccione e os seus convidados portugueses).

Na quinta-feira, dia 22, às 21h00, no anfiteatro ao ar livre Colina de Camões, a Jovem Orquestra Portuguesa, com o maestro Pedro Carneiro, apresenta Variações Românticas, concerto que tem como solista Luís Cruz, no violoncelo, e cujo programa percorre obras de Wolfgang Amadeus Mozart, Piotr Ilitch Tchaikovsky e Robert Schumann.

No dia 24 de julho atuam os espanhóis Javier Colina, Perico Sambeat e Marc Miralta (os CMS Trio), o Trio de Mário Laginha com o inglês Julian Argüeles e o norueguês Helge Norbakken e o Trio Paulo Bandeira com Cristina Branco.

A programação inclui ainda um momento de Gastronomia, com um jantar temático no Hotel Quinta das Lágrimas, e Cinema, em formato Drive In.

O encerramento está marcado para dia 27 de julho, no anfiteatro ao ar livre Colina de Camões, na Quinta das Lágrimas, com o lançamento oficial da obra Momentos, do Trio Paulo Bandeira (João Paulo Esteves da Silva, Bernardo Moreira e Paulo Bandeira) com a cantora Cristina Branco.

Toda a programação pode ser consultada aqui, e os bilhetes adquiridos online.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.