FESTin regressa ao São Jorge em Abril

FESTin2014_cartazO FESTin – Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa vai voltar ao Cinema São Jorge, Lisboa, entre 2 e 9 de abril, com mais de 70 filmes de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e Portugal e uma homenagem ao 25 de Abril, e, pela primeira vez, um país não-lusófono, a França.

A programação do quinto FESTIN vai contar com nove mostras, com destaque para as novas “Liberdade e Ditadura” e “País Convidado: França”, uma homenagem a Cabo Verde, e as tradicionais mostras de cinema brasileiro, Inclusão Social e Infanto-juvenil. As competições de longas e curtas-metragens contam este ano com mais uma nova competição, no género do documentário. Por outro lado, são ainda também eleitos o melhor ator e atriz de ficção, e o público terá a oportunidade de votar nos filmes de longa e curta-metragem.

Os 40 anos do 25 de Abril vão ser assinalados com a “Mostra Democracia e Ditadura”, que inclui uma mesa redonda, dinamização de um jogo para o público infantil em parceria com a Associação Abril, e a exibição de filmes como o documentário De Armas e Bagagens, de Ana Delgado Martins, e Repare Bem, o mais recente filme de Maria de Medeiros, numa coprodução entre Brasil, França e Itália.

A competição de documentários inclui a Arte de Interpretar – A Saga da Novela Roque Santeiro, com Regina Duarte que estará em Lisboa, e Cidade de Deus – 10 anos Depois.

O cinema brasileiro vai abrir o festival, no dia 2 de abril, com o filme Serra Pelada, do brasileiro Heitor Dhalia, em estreia em Portugal.

O Brasil participa com 17 longas, Portugal com quatro, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau e Moçambique com uma. Em co-produção França-Lusofonia serão exibidos três filmes e em co-produção Brasil-Timor Leste, um.

O festival vai também passar 46 curtas, 30 das quais do Brasil, 11 portuguesas, três de Cabo-Verde e uma de Moçambique, e uma co-produção França-Lusofonia.

Os bilhetes para o festival vão estar à venda na bilheteira do Cinema São Jorge a partir de 1 de abril, e têm o preço de 3 euros (bilhete normal), 1,50 euros para a Maratona de documentários por sessão e 5 euros para Maratona de documentários – todas as sessões.

A programação completa do FestIN pode ser vista aqui.

Texto de Catarina Delduque

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.