Festa Do Cinema Francês Chega Hoje Ao Porto

O Grande Auditório do Rivoli – Teatro Municipal do Porto acolhe hoje, dia 26 de outubro, pelas 21h30, a cerimónia de abertura da 21ª edição da Festa do Cinema Francês, com a antestreia, a norte, de Agente Haxe, filme protagonizado pela incontornável Isabelle Huppert. A sessão contará com a presença de Jean-Paul Salome?, realizador do filme.

A Festa do Cinema continua no Porto, até ao dia 4 de novembro, com exibição de 21 filmes, com sessões diárias no Cinema Trindade, numa organização da produtora Jangada, apoiada pela Embaixada de França e o Institut français du Portugal, em parceria com a rede das Alliances Françaises em Portugal.

A edição 2020 da Festa do Cinema Francês propõe 12 antestreias de filmes de produção recente, num olhar transversal sobre a ficção e documentário produzidos em França. Especial destaque para Agente Haxe, um filme que segue a derrocada profissional de Patience Portefeux, polícia-intérprete na unidade de narcotráfico que, na tentativa de ajudar alguém próximo, acaba por embarcar numa nova carreira como “madrinha” do crime organizado. É ainda no universo feminino que encontramos Nem Uma, Nem Outra, o novo filme de Anne Giafferi que acompanha a história de uma actriz, de meia idade, forçada a contratar uma dupla depois de uma cirurgia estética falhada. Uma longa, que volta a “calcar os calos” à classe média francesa e ao lado hipócrita que ela tenta esconder, num filme que não deixa de ser uma crítica a uma indústria que, aqui e ali, ainda privilegia a juventude ao talento. Ainda no campo da comédia, e cinco anos passados sobre O Sequestro de Michel Houellebecq, Nas Termas volta a construir uma narrativa inebriante e hilariante em torno do famoso escritor francês e do seu sequestro, num filme que conta com interpretações de Gérard Depardieu e do próprio Houellebecq. 

Situado no início da Segunda Guerra Mundial, De Gaulle apresenta-nos um impressionante Lambert Wilson no papel do general que, acabado de assumir o seu posto, quer mudar o curso do mundo. O novo filme de Gabriel Le Bomin, mistura a História e o romance, mostrando-nos dois lados de um mesmo homem: o militar e o homem de família. Adaptado do romance homónimo de Ivan Calbérac, Destino: Veneza conta a história de uma adolescente nascida no seio de uma família inclassificável, a história de um primeiro amor, milagroso e frágil. Uma viagem iniciática e incrível onde a vida muitas vezes passa despercebida, mas onde Veneza, será sempre o ponto de chegada.
Também com ligação à literatura, 
Queria ter Alguém à Minha Espera Num Sítio Qualquer parte dos contos homônimos de Anna Galvada, para nos trazer um olhar descomprometido e próximo sobre as relações familiares, as suas disputas, os arrependimentos, as reconciliações, as tristezas, os ciúmes e a redenção. 

O programa de antestreias da Festa do Cinema Francês integrará ainda O Melhor Ainda Está para Vir, de Alexandre de La Patellière e Matthieu Delaporte e Play, a terceira longa de Anthony Marciano, que desenha o retrato da juventude dos anos 90, num olhar terno sobre o passar do tempo. Destaque ainda para a passagem de Aznavour Por Charles, um documentário sobre o incontornável nome da chanson Française, que utiliza imagens recolhidas pelo próprio. 

A programação completa do evento, assim como os horários das sessões poderão ser consultados no site

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.