Festa da Marioneta volta a animar os palcos de vários municípios do país

marionetaSNA 5ª edição da Festa da Marioneta decorre entre 6 de outubro e 30 de novembro e volta a trazer aos palcos propostas originais que dão a conhecer aos pequenos e grandes espetadores um circuito de espectáculos apresentados por algumas das mais interessantes companhias e artistas nacionais que trabalham com marionetas, objectos ou formas animadas e que através destas técnicas nos trazem histórias divertidas, trágicas, simples ou fantásticas.

Este ano estarão em cena os trabalhos das companhias Teatro e Marionetas de Mandrágora, Teatro de Marionetas do Porto, La Fontana, Partículas Elementares, e dos artistas Madalena Victorino, António Jorge Gonçalves e Eugénio Roda, Gémeo Luís e Joana Providência.

O calendário desta Festa da Marioneta, um evento de destaque dentro da programação da associação Artemrede, conta com mais de trinta apresentações de sete espectáculos diferentes, que vão percorrer treze teatros da Artemrede, em onze Municípios, nomeadamente Abrantes, Alcanena, Almada, Barreiro, Moita, Montijo, Oeiras, Palmela, Santarém, Sesimbra e Sobral de Monte Agraço.

A abertura está a cargo do Teatro e Marionetas de Mandrágora – Adormecida, um espectáculo que “promove nos seus projectos a ligação entre o tradicional e o contemporâneo, dando vida, através de um trabalho plástico apurado, a histórias, crenças, lendas e rituais que são transportados do passado para a atualidade. Adormecida é uma história de tecedeiras, de fios que se cruzam infinitamente, de um tempo que passa lentamente…”.

O Teatro de Marionetas do Porto regressa com uma história “pouco” tradicional da Cinderela que nos traz  agora personagens saídas de outras histórias, numa sucessão de peripécias divertidas e surpreendentes.

O Problema do Corvo é uma fábula na qual os animais tentam resolver, em Assembleia de Bichos, a tendência do Corvo para mentir descaradamente. Este espetáculo é apresentado pela companhia Partículas Elementares.

Um dos espectáculos mais poéticos da Festa da Marioneta 2013 será Catabrisa, uma viagem de luz e sombra para “o sítio onde está o vento”, trazido pela  Companhia Instável e baseado no livro Catavento, com texto de Eugénio Roda e ilustrações de Gémeo Luís. A coreografia é de Joana Providência, a interpretação é de Filipe Caldeira e a música de Manel Cruz.

Barriga da Baleia é a proposta de António Jorge Gonçalves, com interpretação de Ana Brandão. Recorrendo à manipulação de objetos e ao desenho em tempo real, António Jorge Gonçalves conta-nos a epopeia marítima de uma menina de quatro anos.

A história de Prometeu, deus da mitologia grega que roubou o fogo dos deuses para o dar ao Homem, é trazida pela companhia La Fontana para esta edição da Festa.

Por último, uma encenação de Madalena Victorino, Ovelhas Clandestinas, uma peça para os mais pequeninos sobre a memória e a saudade. Este é “um espectáculo simples e afectuoso que nos fala sobre um rapaz do campo que viaja para a cidade e leva na sua mala as suas ovelhas, que não o deixam esquecer a sua terra”.

Todas as informações e calendários de itinerância dos espetáculos da Festa da Marioneta 2013 podem ser consultados na Artemrede.

Texto de Susana Sena Lopes
Fotografia: Susana Neves

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.