Fantasma Da Ópera Encantou Lisboa

Por Elsa Furtado (Texto e Fotos)

Durante cerca de três horas, com um curto intervalo pelo meio, o público lisboeta rendeu-se aos encantos da versão concerto de Fantasma da Ópera, com FF e Sofia Escobar nos papéis principais.

Depois de ter encantado o Porto em outubro, agora chegou a vez de Lisboa se render aos encantos de um elenco de luxo, nacional, num dos musicais mais famosos do mundo, da autoria de Andrew Lloyd Webber, numa produção da Armando Calado AC Produções.

Baseado no romance Le Fantôme de l’Opéra de Gaston Leroux. O romance conta a estória dramática de um músico talentoso que, por ter o rosto deformado, se afasta de toda a sociedade, habitando as catacumbas de um teatro de Ópera de Paris. Na ópera, ele apaixona-se por Christine, uma jovem órfã a quem dá lições de canto durante a noite.
Christine reencontra Raoul, o novo patrono do teatro onde trabalha, que era o seu amor de infância. O Fantasma, com ciúmes, rapta-a e leva-a para os seus aposentos, debaixo da ópera, acreditando que ela o virá a amar apesar do seu aspeto repugnante. A dada altura Christine arranca a sua máscara e vê o seu rosto desfigurado e o Fantasma ordena-lhe que volte ao teatro e não fale do que viu. Ele envia constantemente cartas com instruções de como quer as coisas num teatro que ele considera como sendo seu e onde quer ter sempre o camarote número 5 em exclusivo para ele.
Ao perceber que a soprano vai fugir com o amado, volta a sequestrá-la e decide forçá-la a casar, sob ameaça de matar Raoul. Erik, nome real do personagem, partilha um momento de intimidade com Christine, contando o seu passado e chora. Acaba deixando que Christine parta com Raoul.

O Fantasma da Ópera – Versão Concerto conta com mais de 130 artistas em palco, entre eles Sofia Escobar (Christine Daaé), Lara Martins (Carlotta), Fernando Fernandes – FF (Fantasma), Bruno Almeida (Fantasma), Filipe de Moura (Raoul), David Ripado (Raoul), Ricardo Panela (Firmin), João Merino (Firmin), Mário Redondo (André), Diogo Oliveira (André), Cátia Moreso (Madame Giry), Patricia Quinta (Madame Giry), Joana Amorim (Meg Giry), Ana Marta Kaufmann (Meg Giry), Alberto Sousa (Piangi), Mário Gonçalves (Buquet), Hélia Castro (Cover Christine); os Maestros Jorge Alves e António Vassalo Lourenço; e do Coro Lisboa Cantat, acompanhados em palco pela Orquestra Filarmonia das Beiras.

Destaque para as interpretações dos jovens FF e Sofia Escobar, que mais uma vez deram provas do seu grande talento, tendo-se mostrado à altura do desafio, e encantaram o público presente, a par da maravilhosa execução da Orquestra Filarmonia das Beiras.

Temas como “Angel of Music”, “The Phantom Of The Opera”, “Wishing You Were Somehow Here Again”, entre outos mais conhecidos encantaram e prenderam o público.

De referir ainda que, apesar desta ser a versão concerto, a interpretação dos artistas, dos músicos e a encenação estão de tal forma bem montadas e envolventes, que nos esquecemos muitas vezes que não é a peça que estamos a ver, mas sim o concerto.

Uma grande produção, um grande espetáculo e feito com artistas nacionais. A não perder.

Hoje e sábado decorrem ainda três sessões, às 21h30 e dia 23 também às 15h00. Os bilhetes estão À venda no local e online, e os preços variam entre os 20 euros e os 150 euros.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.