Faltam 2 Dias Para O Último Festival De Verão – O F

A 2 dias do início do último grande festival de verão, foram divulgadas as últimas novidades do evento numa conferência de imprensa ocorrida ontem na cidade velha, em Faro. 

O presidente da Câmara Municipal de Faro, Rogério Bacalhau, juntamente com o seu vice-presidente Paulo Santos, Vasco Sacramento, parceiro Sons em Trânsito que implementa o festival e Desidério Silva, presidente da Região de Turismo do Algarve, destacaram o espaço riquíssimo em que se insere o festival, numa cidade que de mês para mês cresce e tem sempre algo novo para oferecer a quem a visita. Numa palavra especial de apreço aos funcionários da câmara municipal que, quer nos meses anteriores, quer durante o festival, dão muito mais horas do seu tempo de forma voluntária, foi também recordado Joaquim Guerreiro que por motivos pessoais não pode estar presente mas que não é esquecido como o mentor deste grande evento que já é uma referência a nível nacional.

Neste ano, a organização, dado o sucesso crescente das edições anteriores, decidiu arriscar e dar “o salto”, no sentido em que o festival cresce em dias (mais um) e também no espaço (mais um palco num espaço exterior às muralhas, o palco Ria, com uma vista privilegiada sobre a Ria Formosa). Independentemente desta aposta, a essência mantém-se: música portuguesa, com muitos artistas consagrados e outros emergentes, muito talento local, e vários estilos musicais que vão desde o rock à música clássica, passando pelo jazz, funk, techno , entre outros, num espaço que tem capacidade diária para 21.000 pessoas.

Existirá também standup comedy e tertúlias onde se vai falar sobre os mais variados temas, desde a literatura ou música até ao futebol.

Numa parceria com a associação de designers do sul, 3 vezes por noite serão reproduzidos num espetáculo de videomapping os melhores trabalhos do “Algarve Design Meeting” dos últimos anos, para além das habituais exposições e das estruturas de “street food”, quase um festival gastronómico só por si.

Como informações úteis, salienta-se o facto de o parceiro MEO garantir durante o evento wi-fi e todas as acessibilidades tecnológicas, e a Santa Casa da Misericórdia patrocinar a acessibilidade aos principais palcos a pessoas com mobilidade reduzida e grávidas, que terão um espaço privilegiado para ver os concertos.

Dada a redução do parque de estacionamento no largo de S. Francisco devido à introdução do palco Ria, a organização garantiu também que o parque de estacionamento da Pontinha será gratuito durante os dias do festival e estará aberto 24 horas por dia, dando assim um acréscimo de 600 lugares gratuitos.

Finalmente, ao contrário dos anos anteriores em que os bilhetes comprados na Bilheteira Online tinham que ser trocados nas bilheteiras, causando desconforto e filas de espera, neste ano não será necessário efetuar essa troca, existindo leitores para os bilhetes comprados online nas entradas do recinto.

Para encerrar a conferência de imprensa, foi convidado um dos artistas farenses que estarão presentes no festival, Mauro Amaral, acompanhado por Ricardo Coelho.

Os bilhetes já estão à venda e custam o passe de 3 dias 30 euros (até dia 25 de agosto, depois passa para 40 euros), e os bilhetes diários custam 15 euros, a partir dos 12 anos.

Os bilhetes estão à venda online, em alguns pontos de venda habituais e na bilheteira do Teatro das Figuras.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.