Évora recebe Trienal no Alentejo em Outubro

No início de outubro, Screen Shot 2014-10-02 at 03.01.41Évora vai receber quatro artistas contemporâneos no âmbito do projecto Trienal no Alentejo. As exposições, instalações e performances apresentadas são fruto das residências de artistas na região e inspiradas pelo seu património.

No dia 1 de outubro, Ricardo Calero leva ao Museu de Évora, pelas 17h30, os materiais resultantes da instalação“Espaço de Pensamentos II” – uma escultura nómada que é também um espaço de programação onde se travam conversas sobre cultura, arte e património. Uma homenagem à paisagem natural e arquitetónica alentejana.

Às 19h30, o norte-americano Michael Petry inaugura Libations, uma performance sobre a tradição vitivinícola do Alentejo.

Pelas 22h30 a Biblioteca de Évora acolhe a exposição, Dónde Dormir #4 Biblioteca, de Eugenio Ampudia, obra filmada em Portugal a convite da TnA no Palácio Nacional da Ajuda e já apresentada na última edição da ARCO, em Madrid.

No novo ciclo de eventos da TnA, que vai decorrer em outubro, está ainda incluída a inauguração, no dia 17 de outubro, da instalação “Dormente de Mó” de Perrine Lacroix. A artista francesa propõe uma visita ao património da olaria alentejana, na Casa de Burgos, em Évora.

A Trienal no Alentejo é organizada pela Associação Aspas e Parênteses, tem como objectivo trazer a esta região portuguesa alguns dos mais significativos nomes da cena artística contemporânea. As obras são depois produzidas e instaladas na região, mas também fora, nos grandes eventos mundiais, tornando-as consequentemente em veículos de promoção e divulgação nacional e internacional da especificidade e riqueza da sua cultura.

Texto de Mariana Ferreira Machado

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.