A Éter – Produção Cultural Apresenta Europa, Europa! No Largo Do Palácio Nacional De Sintra

Nos próximos dias 26 e 27 de agosto, pelas 22h00, a Éter – Produção Cultural apresenta o espetáculo Europa, Europa! no Terreiro Rainha D. Amélia, frente ao Palácio Nacional de Sintra.

O espetáculo inclui uma componente multimédia, atores, imagens vídeo, música, orgânica sonora e luz criam uma visão da Europa no tempo presente.

A estória explora esteticamente o atual estado civilizacional da Europa com base na unidade dramatúrgica do mito grego dos 12 trabalhos que Hércules teve de vencer para conquistar a imortalidade.

Onde vais? Quem és tu? Que futuro, Europa?

 

Europa, Europa! explora esteticamente o atual estado civilizacional da Europa com base na unidade dramatúrgica do mito grego dos 12 trabalhos que Hércules teve de vencer para conquistar a imortalidade. Assim também a Europa (representada por uma jovem com o nome “Europa”) terá de vencer os seus pecados civilizacionais (riqueza financeira especulativa, perversão ambiental, violência urbana de origem étnica ou religiosa, individualismo feroz, consumismo, ausência de valores éticos firmes, tecnocracia impiedosa ou domínio desumano da tecnologia, desigualdades sociais, ausência de recursos naturais…) para conseguir a construção de uma unidade europeia futura realizável, porventura a maior das utopias do século XXI. Ou seja, uma nova Europa segundo o horizonte de uma sociedade assente nos direitos humanos, nos direitos ambientais e na dignidade da pessoa humana e, à semelhança do passado, como o grande continente da inquietação filosófica, da investigação científica e da criação estética.

Um casal com um bebé, vindo de um país em guerra, viaja num barco pneumático rumo à Europa. Em simultâneo vivem-se situações reveladores do estado atual da sociedade europeia. Atores, imagens vídeo, música, orgânica sonora e luz criam, numa quinta renascentista do século XVI, uma visão da Europa no tempo presente. Inspirado nos 12 trabalhos de  Hércules, 12 são os desafios que se colocam hoje à Europa para sobreviver como civilização.

O texto é da autoria de Miguel Real e Filomena Oliveira, que também encena e conta com música original de David Martins. As interpretações estão a cargo de Carlos Medeiros, Cláudia Faria, Filipe Araújo, Hugo Bettencourt e Sara Rio Frio.

O espetáculo é produzido pela Éter – Produção Cultural em parceria com a Câmara Municipal de Sintra, tem início marcado para as 22h00 e a entrada é livre.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.