Espaços Culturais De Lisboa Reabrem Portas

Espaços Culturais e Museológicos de Lisboa reabrem ao público, e alguns apresentam novas exposições.

Na zona de Belém, o Padrão dos Descobrimentos reabriu portas com acesso gratuito até ao final do mês.

Do outro lado da rua, também o CCB reabriu portas, tal como o Museu Coleção Berardo, que convida a visitar as exposições Dar corpo ao vazio, de Cristina Ataíde, e Constelações III: uma coreografia de gestos mínimos, prolongadas até 22 de agosto e 30 de junho, respetivamente.

O maat também reabriu hoje ao público, com três novas exposições: AQUARIA – Ou a Ilusão de Um Mar Fechado; Não é Um País Pequeno – Desvendar a Era Pós-Global; e Earth Bits – Sentir o Planeta. O edifício da Central Tejo abre ao público a 24 de abril.

A Escola Portuguesa de Arte Equestre retoma o programa Manhãs da Arte Equestre, mas apenas no Páteo da Nora (ao ar livre).

Amanhã, dia 6, reabre o Museu Nacional dos Coches, que convida a visitar de forma segura a colecção permanente; e nas Janelas Verdes, o Museu Nacional de Arte Antiga, que apresenta a exposição Guerreiros e Martires. A Cristandade e o Islão na Formação de Portugal, prolongada até 25 de abril de 2021, assim como as restantes cinco exposições que estavam patentes ao público antes do encerramento. O museu pode ser visitado de terça a domingo das 10h00 às 18h00.

Já aberta ao público está também o Museu da Fundação Calouste Gulbenkian, que convida a visitar até dia 12 de abril a exposição René Lalique e a Idade do Vidro, mostra “que revisita os grandes momentos da carreira de René Lalique, mas se centra no seu trabalho revolucionário com o vidro, e que reúne entre 100 peças provenientes do Museu Gulbenkian, do Museu Lalique (Wingen-sur-Moder) e de coleções particulares, se destacam algumas das muitas obras compradas diretamente por Calouste Sarkis Gulbenkian a Lalique, com quem criou uma grande amizade. A mostra pode ser vista entre as 10h00 e as 18h00 e na sexta e sábado entre as 10h00 e as 21h00. A entrada é gratuita.

Também o Museu de Lisboa reabre com entradas e atividades grátis até final de abril, abrangendo os núcleos: Núcleo Arqueológico da Casa dos Bicos, Palácio Pimenta, Santo António e Teatro Romano. O horário é das 10h00 às 18h00, de terça-feira a sexta-feira. E aos fins de semana das 10h00 às 13h00, com excepção da Casa dos Bicos que encerra ao domingo mas está aberta às segundas-feiras, das 10h00 às 18h00.

Ainda em Lisboa, destaque para a reabertura do Jardim Zoológico, embora com algumas zonas fechadas, permitindo assim visitar as girafas, tigres, elefantes, pinguins, ou os recém-chegados Cangurus-vermelhos, entre outras das 300 espécies existentes no Zoo. Até dia 30 de abril é possível comprar o bilhete de entrada com 15% de desconto..

Em Sintra, os parques e monumentos sob gestão do Monte da Lua também reabrem ao público, cumprindo todas as regras de segurança, mantendo o horário habitual, excepto ao sábado e domingo, que encerram às 13h00.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.