O Encanto De Bela E O Monstro Sobre O Gelo Em Alfragide

Por Elsa Furtado (Texto e Fotos)

A estória remonta ao século XVIII, à região de uma França rural, inspirada no conto tradicional “A Bela e a Fera”, originalmente escrito por Gabrielle-Suzanne Barbot, Dama de Villeneuve em 1740, tendo sido adaptado mais em 1756 por Jeanne-Marie LePrince de Beaumont, que resumiu e modificou a obra de Villeneuve dando origem à sua versão mais conhecida, e que nos chegou aos dias de hoje.

Depois de várias adaptações ao teatro, cinema, livros, podemos ver a partir de hoje em Alfragide, uma versão adaptada para gelo, encenada por João A. Guimarães, em mais uma produção da AM Live.

Nesta versão acompanhamos a jovem Bela, que foge do poderoso Gaston que a quer obrigar a casar com ele, ela encontra um castelo escondido na floresta, onde se refugia e encontra vários habitantes curiosos como um castiçal, um bule, uma chávena, um relógio, sofás, candeeiro, sanita, espelho, rádio e espanador que falam e andam, e que ficam encantados com ela.

Estas curiosas personagens vêem na menina a esperança para quebrar o feitiço de que o seu amo sofre, um belo príncipe que foi transformado em monstro por uma bruxa.

A chegada de Bela ao castelo vai mexer com muita coisa, entre elas com as pétalas de rosa que estão associadas ao feitiço e ao sentimentos do Monstro, que se vai apaixonar por Bela, tal como ela por ele ….

E como Bela diz ao monstro: “Ninguém nos deve obrigar quem não queremos, Ninguém nos deve tirar a liberdade” e “deve-se ver para além das aparências”.

No final, o Amor vence tudo e quebra o feitiço.

A Bela e o Monstro No Gelo conta com encenação e direção artística de João A. Guimarães, coreografia de Joana Quelhas, música de Artur Guimarães e interpretações de Sara Madeira – Bela, Ricardo de Sá – Monstro, Carla Andrino – Bule, José Carlos Pereira – castiçal, Ana Delgado, Andreia De Lima, Alexandra Pato, Allex Miranda, Catarina Brou Felix, Diogo Faria, Filipe Galego, Hugo Pereira, Ignez Pereira Da Silva, Joana Mafalda, João A. Guimarães, João Leal, Lara Matos, Pedro Damião, e Ricardo Ferreira.

O espetáculo pode ser visto até 7 de janeiro, na tenda instalada no exterior do Centro Comercial Alegro Alfragide, com sessões às 11h00, 15h00, 18h00 e 21h00, consoante os dias, e os bilhetes custam desde os 12,50 euros para crianças a partir dos 3 anos e os 14,50 euros para os adultos, havendo packs família.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.