Emirates consolida posição em Portugal

emirates_voo_inaugural (7)Novas rotas e aumento da capacidade das atuais foram algumas das novidades apresentadas por David Quito, country manager da Emirates para Portugal, num encontro com os media este mês. A abertura de escritório da companhia no coração de Lisboa – Marquês de Pombal –  em 2013 ano de alguma incerteza, é um indicador da consolidação da Emirates em Portugal. “Veio para ficar” reforçou David Quito.

A abertura da rota Dubai /Taipé (Taiwan) é uma das grandes novidades da Emirates para 2014. Lisboa mantem-se com uma das apostas. A capital portuguesa viu, recentemente, reforçada a operação para Angola, que passou a voo diário. “Há uma aposta no fluxo de passageiros para Angola” referiu o country manager da Emirates para Portugal. Moçambique é um destino que está a ser considerado pela empresa, não havendo ainda data prevista para início das operações.
Outra das novidades para o próximo ano é Barcelona, a partir de 1 de Fevereiro, que a  Emirates começa a fazer com o A380.

A longo prazo, a companhia já colocou um objetivo no calendário: 2020, ano em que o Dubai recebe a Expo. O objetivo da transportadora “é passar dos 40 milhões de passageiros que temos atualmente para os 70 milhões até 2020” referiu David Quito.

São já 500 os portugueses a trabalhar na companhia aérea e foi referida a necessidade de alargar o recrutamento de colaboradores a outras localidades do país.

Texto de Tânia Fernandes

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.