Dia Mundial Da Criança: Algumas Atividades E Programas Para Assinalar A Data

O Dia Mundial da Criança está a chegar e são inúmeras as atividades e programas preparados para os mais pequenos, no dia 1 e não só. o C&H deixa-lhe aqui algumas sugestões.

Começamos por um dos locais preferidos das crianças, o Jardim Zoológico de Lisboa que assinala a data com muita música, animação, workshops, pinturas faciais e passeios no Carrossel, e onomatopeias, durante três dias.

No dia 1 a partir das 14h30, juntam-se à festa do Dia da Criança os mais recentes bonecos do Zoo, um canguru e um elefante que prometem trazer muita animação, e pelas 15h00, na Baía dos Golfinhos, tem lugar um espectáculo musical da autoria de Ricardo Reis Pinto, com histórias sumptuosas e personagens carismáticas, que prometem encantar e “educar com música” os Exploradores da Natureza, num momento muito ritmado.

Ricardo Reis Pinto

Já nos dias 3 e 4 de Junho, todas as famílias que desejem passar um fim-de-semana único na morada mais selvagem do país vão também ter a oportunidade de cantar e dançar ao som das melodiosas canções de Ricardo Reis Pinto, tirar fotografias com os bonecos canguru e elefante, fazer pinturas faciais e penteados verdadeiramente originais. Como este fim-de-semana é dedicado aos mais pequenos, por cada bilhete de criança (dos 3 aos 12 anos) comprado nas bilheteiras do Jardim Zoológico, recebe um voucher para uma volta no Carrossel do Zoo.

Ainda no fim de semana o Zoo vai lançar um novo jogo no seu site: Animal Crush, girafas, elefantes, pinguins e koalas juntam-se para proporcionar momentos de máxima diversão aos pequenos jogadores.

Já no Parque Eduardo VII, em Lisboa, abre a 87ª edição da Feira do Livro de Lisboa, que vai ter uma programação exclusivamente dedicada aos mais pequenos na quinta feira. Assim, das 10h00 às 19h00, as crianças vão participar em oficinas de ilustração e de
manualidades, ouvir histórias pela voz dos escritores, dos narradores orais e de
músicos.

A programação inclui Arruada com Orquestra Tradicional da Casa Pia e Parada de Mascotes; Concerto pela Banda do Regimento de Sapadores Bombeiros (maestro Fernando
Ramos); Mural de Ilustração por André da Loba, Paulo Galindro e João Rodrigues; Artes circenses; Parkour; Jogos de lógica, jogos tradicionais pela Ludopolis, pinturas faciais pela Gera Gera Ludopolis, oficinas; Artes Circenses com Gato Ruim pela Get Zen; Oficina de Malabarismos e Equilíbrios pelo Chapitô; Parada Circense pelo Chapitô; Peça de Teatro O Rei Ludo vai à Feira do Livro pela Ludopolis; Histórias e Teatro, e muito mais. A acontecer no Stand das BLX e no Relvado.

O Teatro Maria Matos apresenta dois espectáculos de Catarina Requeijo, A Peça – que são duas metades da mesma história e que são dadas a conhecer a crianças a partir dos 5 anos em sessões escolares e para famílias.

Escolher não é tarefa fácil. Escolher o que se leva para a viagem também não. Há sempre alguma coisa que nos pode fazer falta… Quem nunca teve vontade de levar a casa toda? Pouco habituado a viajar, o casal Querido decide ir ver a sua sobrinha Manuela participar numa corrida de automóveis. Mas antes da viagem é preciso preparar a bagagem. É aqui que os problemas começam. Levam o quê? Pouca tralha? Muita tralha? Apenas o essencial? Estas decisões difíceis podem complicar o início da viagem. Só o início? É o que vamos ver.

O espetáculo tem a duração de 30 minutos, e pode ser visto pelas escolas no Dia Mundial da Criança – 1 de junho, às 10h30 e 14h30, no Jardim do Bairro das Estacas, com entrada livre; e depois em família, nos dias 3 e 4 Junho, às 17h30, no Jardim do Bairro das Estacas; nos dias 17 e 18 junho, às 17h30 no Jardim da Cerca da Graça; e nos dias 24 e 25 junho, às 17h30, no Parque da Quinta das Conchas e dos Lilases. Sempre com entrada livre.

No Teatro Municipal São Luiz as propostas são duas: Carripana de João de Brito e Manuela Pedroso, para ver na Sala Mário Viegas às 10h30 e 14h30, com entrada livre (sujeita à lotação da sala).

Um homem e uma mulher percorrem o mundo a dançar tendo como palco a sua carrinha Berlingo. A dança só se instala quando as suas vontades se juntam, o que nem sempre acontece. O que atrapalha a harmonia entre estes saltindanços? Que tropelias se cruzam na sua procura de encontro? Como atravessam impossíveis para chegar ao universo que os une?

Filipe Raposo

A criação e interpretação são de João de Brito e Manuela Pedroso, a consultoria de Catarina Requeijo e a música de Teresa Gentil.

A segunda proposta é o concerto Dois Filipes, Dois Pianos com Filipe Raposo e Filipe Melo, que sobem ao palco da sala Luis Miguel Cintra, às 10h45 e 14h45. A entrada é livre (sujeita à lotação da sala).

O verbo tocar – quando nos referimos à música e a um instrumento – traduz-se, em vários idiomas, pela palavra “brincar” ou “jogar”. E, por mais séria, solene ou desafiante que seja, a música deve ser sempre isso mesmo: um jogo e uma brincadeira. Tal como lápis de côr ou peças de lego, as combinações dos sons são os brinquedos, e um palco é um recreio.
Neste espetáculo, Filipe Raposo e Filipe Melo jogam e brincam com o piano, e, para um público mais novo, vão demonstrar que, apesar de já serem grandes, serão sempre crianças.

Em Oeiras a proposta é para o Parque Urbano do Jamor que convida a vir até à Festa da Criança em Ambiente e Segurança, que vai decorrer entre as 9h00 e as 16h00.

O programa inclui actividades relacionadas com os temas de Ambiente, Segurança e Protecção Civil, num programa resultante de uma parceria entre o Departamento Municipal do de Ambiente e o da Polícia Municipal e Protecção Civil. Do programa fazem parte visitas à exposição estática dos agentes de Proteção Civil, atividades lúdico-pedagógicas sobre os temas Ambiente e Segurança, apresentação da Companhia Cinotécnica da PSP, almoço / piquenique e por fim atividades lúdico-pedagógicas sobre os temas Ambiente e Segurança.

Se preferir um espaço fechado, então porque não ir até à KidZania, onde os mais pequenos vão poder experimentar entre as mais de 60 profissões, nomeadamente no Teatro Nacional da KidZania, com a estreia da Branca de Neve e os Sete Anões; e as mais recentes atividades – a Escola de Surf Ambre Solaire e a Fábrica de Bolachas Artiach Dinosaurus.

Também em Oeiras, mas no Oeiras Parque, entre os dias 1 e 3 de junho, das 15h00 às 19h00, e no sábado das 11h00 às 19h00; e depois no dia 4 de junho, no Time Out Market, no Cais do Sodré em Lisboa, das 11h00 às 20h00, a Majora convida os mais pequenos e os mais crescidos a relembrar e conhecer os renovados clássicos Majora e divertir-se com os novos jogos que desafiam a perspicácia como o Top That!, jogar uma versão mais desafiante do jogo do galo com o Brix, voltar a jogar às cartas em versões bem humoradas com “Gases” e “Plof Presentes”, experimentar o Mikado e o Jogo da Glória em ponto grande e tirar as sua próprias foto d’O Sabichão e outras personagens dos jogos Majora. Sempre com entrada gratuita.

Outra sugestão é a segunda edição do Record Challenge Park inspirado nos Jogos Olímpicos, que visa promover o desporto, o convívio entre atletas e família e a vida saudável em Portugal, e que vai decorrer no sábado, dia 3 de junho, no Parque de Jogos 1º de Maio INATEL em Lisboa, com entrada livre. O programa inclui mais de 25 atividades desportivas que abrangem futebol, atletismo, basquetebol, andebol, golfe, ténis, padel, rugby, desportos radicais e tradicionais, batismo de mergulho, Mini Ténis, Ténis, Rugby, Golfe, Pinturas faciais, Parede de escalada, Slide, Circuito de mini-golfe, Mergulho, Bubble Football, Insufláveis, Lacrosse, Orientação Desportiva, Jogos Tradicionais, Caça ao Tesouro, Fitness e Dança, entre outros, para todas as idades, a decorrer entre as 10h00 e as 19h00.

No recinto não faltará um Food Court com diversas opções para saciar a fome de vitória

Já o Museu do Oriente, em Lisboa, dedica o fim-de-semana de 3 e 4 de junho às crianças com oficinas para aprender a brincar, exposições para explorar e música para admirar.

Destaque no domingo, a partir das 10h00 (com uma segunda sessão às 11h30), a oficina Perlimpimpim, sobre a ópera chinesa. Indicada para famílias com crianças dos 3 aos 5 anos. Depois às 11h00, os professores do Conservatório de Música da Metropolitana interpretam o clássico O Carnaval dos Animais de Camille Saint-Saens, num concerto comentado para toda a família, com entrada gratuita; e à tarde, às 17h00, os solistas da Metropolitana sobem a palco para interpretar as composições de Mozart, Schumann e Bruch para trios, num concerto de entrada gratuita.

Em Coimbra o Teatro da Cerca de São Bernardo apresenta uma nova versão do espectáculo E Depois do Cinzento, pela bailarina e coreógrafa Leonor Barata, que explora a temática das cores e a sua descoberta, viajando entre os vários tons e texturas a elas associadas. As sessões têm lugar dias 1 e 2 de junho, às 10h30, para creches e jardins de infância, e no sábado, dia 3, às 11h00 para famílias. Os bilhetes custam 3 euros para crianças até aos 12 anos e 5 euros para maiores de 12 anos.