De avental ao peito e mãos na massa: Atelier de Culinária com Luísa Ginoulhiac

kupper_8Na passada quinta-feira, a marca alemã de eletrodomésticos Küppersbusch convidou os jornalistas a participar num atelier de culinária na apresentação do novo espaço criativo Work It no Península Boutique Center, no Porto. O C&H pôs as mãos na massa e passou uma tarde na cozinha sob a orientação de Luísa Ginoulhiac, autora do blogue No Mundo de Luísa.

Receitas rápidas e criativas era o mote do desafio. Do menu fizeram parte cinco entradas salgadas, ideais para uma tarde de petiscos e convívio entre amigos. Mini Croissants com queijo de cabra, azeitonas e alecrim; Cestinhos de Frango com Caril; Sushi Fingido; Mini Bolas de Carnes e Rolo de Salmão com espinafres foram as receitas que Luísa Ginoulhiac escolheu para o workshop.

kupper_4Depois de algumas explicações e dicas sobre cada prato, coube aos alunos o papel de cozinheiros. De avental ao peito e ingredientes na mão, cada grupo experimentou uma das receitas propostas. Rapidamente a azáfama típica de uma cozinha em vésperas de festa invadiu o espaço do Work It, concebido especialmente para workshops de culinária, costura e bricolagem.

O C&H aventurou-se na confeção de croissants. O truque é levar a massa ao forno a 200º e, acima de tudo, dar asas à imaginação. Para além da receita proposta, decidimos experimentar outros sabores com os ingredientes que íamos encontrando pela cozinha. O resultado foram quatro variedades diferentes: croissants de queijo de cabra com azeitona; de salmão; de alheira e de queijo de cabra com doce de figo.

Todas as receitas surpreenderam mas a estrela da tarde foi o Sushi Fingido, uma adaptação simples e sofisticada do famoso prato japonês. Numa fatia de pão de forma sem côdea barre queijo creme e coloque salmão fumado e uma fatia fina de manga e pepino. De seguida, enrole o pão e passe cada rolo numa mistura de sementes de sésamo e papoila. Corte o rolo em três partes e decore com pequenos ramos de funcho. Et voilà! Uma entrada que surpreende, tanto pela estética, como pelo sabor, com a vantagem de agradar até a quem não é apreciador de Sushi.

Cerca de duas horas depois o resultado estava à vista: uma mesa repleta de petiscos e cozinheiros orgulhosos das suas criações. Como não poderia deixar de ser, o atelier de cozinha terminou com a degustação das receitas criadas, acompanhadas de um copo de vinho branco.

 
Reportagem de Sandra Mesquita
Fotos de Küppersbusch

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.