Crime Na Casa Museu É A Nova Proposta Do Teatro Reflexo Em Sintra

Reportagem de Elsa Furtado (Texto e Fotos)

A noite está um pouco fria, mas isso não impede que um grupo de amigos se encontre para jantar, conversar e divertir, numa casa algures na zona saloia, próxima de Lisboa. Estamos em plenos loucos anos 20, não há televisão, nem rádio, e muito menos internet, e o único entertenimento são mesmo as conversas.

Como anfitriões desta festa estão o Mestre Leal da Câmara e a sua esposa Júlia, são eles que recebem em sua casa os amigos – um casal e dois jovens solteiros.

Mas as conversas nem sempre são pacíficas ou inocentes, e entre política, o regicídio, os direitos das mulheres, arte, poesia, e possíveis casos extra conjugais, os ânimos exaltam-se, e o grupo – composto por três homens, três mulheres e uma criada, vai mostrando a sua verdadeira índole, entre um copo de porto ou de bourbon, até que, uma das sete personagens aparece morta.

E está dado o ponto de partida para uma noite bem divertida e recheada de desafios, em mais um projecto do Teatro Reflexo, desta vez intitulado Crime Na Casa Museu, e que vai animar as noites de fim de semana da Casa Museu Leal da Câmara, já a partir do próximo dia 7 de outubro.

Ao longo de pouco mais de uma hora, o público é convidado a assistir e a participar neste cluedo teatral, em que é preciso descobrir quem é o assassino. Uma tarefa que se espera bem sucedida com a ajuda jogos de sorte ou azar, perícia e observação, que dão acesso a cenas secretas, e orientados por uma figura muito especial.

Crime Na Casa Museu é um projecto da autoria de Michel Simeão, que também dirige e interpreta a personagem de Leal da Câmara, e conta ainda com as interpretações de Adriana Moniz, Jan Gomes, Joana Sapinho, Luísa Fidalgo, Michel Simeão, Miguel Mateus, e Rita Ruaz.

A estreia está marcada para dia 7 de outubro, e tem espetáculos previstos até ao fim de novembro (para já), estando já todas as sessões esgotadas até ao fim de novembro. As sessões são às sextas e sábados, às 21h00 e às 23h00, com uma lotação de 25 pessoas por sessão.

A Casa Museu Leal da Câmara fica na Rinchoa, na Calçada da Rinchoa, em Sintra.

Agora é consigo, atreva-se e venha ajudar a descobrir quem é o assassino!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.