Courchevel – Férias Na Neve Com Requinte

Reportagem de Tânia Fernandes e António Silva

A paisagem deslumbrante, picotada de pequenos chalés de montanha, os hotéis e restaurantes estrelados e as lojas de luxo fazem com que Courchevel, uma das estâncias de ski de França, inserida no domínio 3 Vallée, seja conhecida como um destino turístico de prestígio. O contacto com a natureza e a montanha vai aqui muito além da prática de atividades como o ski ou o snowboard. A estância oferece um conjunto de serviços que permite ao visitante fazer férias na neve, com muito requinte.

Courchevel 1850 (a denominação é alusiva à altitude) é o centro da estância, onde se concentram os principais serviços. É a zona mais requisitada pelos visitantes, no entanto, a beleza estende-se, às restantes localidades vizinhas: Courchevel Moriond, Courchevel Village, Courchevel Le Praz e La Tania. A ligação entre estas localidades faz-se de teleférico (para quem adquire forfait) ou de autocarro (gratuito).

Courchevel tem pistas suficientes para satisfazer os desportistas mais exigentes, com altitudes acima dos 2.700m, em Saulire, Creux Noirs ou Roc Merlet. No entanto, para quem pretende estender o passeio, pode aceder ao domínio 3 Vallées, a maior área esquiável do mundo, com 600 kms de pistas. O domínio abrange oito estâncias: Courchevel, Val Thorens, La Tania, Orelle, Menuires, Saint Martin, Méribel e Brides Les Bains.

O forfait diário de adulto, para a zona de Courchevel, custa 52 euros e para o domínio 3 Vallée custa 61 euros. Há descontos para crianças, famílias e para estadias mais prolongadas.

Atividades Para Toda A Família

Independentemente da idade ou da experiência, em Courchevel o visitante encontra espaços adequados à prática de atividades na neve. Encontrámos extensas zonas de iniciação que permitem uma progressão na aprendizagem; espaços bem delimitados para crianças, com temáticas lúdicas (Índios e Cowboys em Moriond e Dragões em Courchevel 1850 são bons exemplos); mas também zonas onde os mais radicais podem desafiar a gravidade e incorporar mais adrenalina à sua experiência.

Em todas as zonas encontrámos facilidade na prática, com informações úteis sobre as direções, assim como uma afluência muito razoável de pessoas. É possível descer quilómetros de pistas, com toda a serenidade e sem grandes atropelos. É possível fazer ski de contemplação, através de caminhos que circundam a montanha e, ao mesmo tempo, admirar a beleza da paisagem. Ou levar os sentidos ao extremo e avançar pelas descidas mais íngremes.

O ensino da prática de ski é assegurado pelas Escolas de Ski de Courchevel, que dispõe de cerca de 1000 monitores. A língua não é uma barreira, há domínio de doze idiomas, entre os quais se inclui o Português.

Pista de Trenó

As corridas de trenó são aqui muito populares. Há pistas específicas, para o efeito e abriu recentemente um novo trajeto, com partida no centro da estação de Courchevel Moriond (à saída do teleférico de Ariondaz). Tem três quilómetros de comprimento e inclui a passagem por quatro túneis. A pista funciona diariamente entre as 11h00 e as 16h30. Às terças e quintas-feiras funciona até às 19h30. Cada descida custa 15 euros.

Arte na Montanha

Vai na 9ª edicão a iniciativa L’Art Au Sommet. As galerias Barteux, em colaboração com o município de Courchevel têm vindo a exibir obras de arte, de vários artistas internacionais, a céu aberto. A exposição estende-se pela estância de ski e é alvo de curiosidade dos visitantes. Há teleféricos decorados por artistas, grafities desenhados em painéis e esculturas espalhadas pelas montanhas. O teleférico vertical La Saluire passou pelas mãos de JonOne. No meio mecânico de Verdons, que parte do centro de Courchevel 1850 há várias cabines decoradas por artistas como Seen, MadC e Mr Brainwash.

O contraste das cores vivas das peças de escultura, destacam-se na paisagem predominantemente branca. Algumas das mais concorridas para selfie são os coloridos pandas de Julien Marinetti, assim como o gorila de Richard Orlinski.

Nas ruas de Courchevel podem ser admiradas as esculturas espelhadas de Gianfranco Meggiato. Noé-Two, Fin Dac e Pichi&Avo são os outros nomes que integram esta mostra de arte ao ar livre, que pode ser vista até ao dia 15 de abril de 2018.

Aquamotion – As Piscinas

Quem pretende apenas usufruir da paisagem e relaxar, encontra outras atividades para preencher o dia. Uma das alternativas é o Aquamotion, o parque aquático localizado em Courchevel. Dispõe de várias piscinas interiores, com diferentes propósitos: nadar, saltar, escorregar ou relaxar. A zona principal é adequada a famílias, com escorregas e descidas mais lúdicas. Uma zona superior, reservada a adultos é essencial a quem procura relaxar num ambiente mais descontraído.

Ambos os espaços têm piscina com ligação a zonas exteriores, onde se pode usufruir de diferentes jatos de água, a céu aberto, a uma curta distância da neve que se acumula na paisagem. Com a temperatura da água a 32 graus, a experiência torna-se inesquecível.
O complexo tem também spa (com ampla oferta de tratamentos e massagens) e ginásios com diferentes propósitos. Um deles, permite acesso à recente tecnologia Ícaros, que combina o exercício físico com a realidade virtual. Noutro, é possível ter aulas de surf indoor. Há ainda uma zona de escalada.

Um serviço de cafetaria e restaurante complementa a oferta de serviços do espaço. Durante a temporada de inverno, o Aquamotion abre entre as 10h00 e as 20h30. Às terças e quartas-feiras encerra às 22h30. As entradas para a zona de piscinas custa 26 euros para adultos e 16 euros para crianças (entre os 3 e os 12 anos).

No inverno, a estância de Courchevel abre entre dezembro e abril. Este ano, com a generosa queda de neve, encontra-se a funcionar praticamente a 100% no final da temporada, com quase todas as pistas e meios mecânicos em funcionamento.
Courchevel fica nos Alpes Franceses. As ligações aéreas mais próximas são Lyon e Genebra, a cerca de 2h30 de carro.

Nota: O C&H contou com o apoio do Turismo de Courchevel na realização desta reportagem.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.