Correntes d’Escritas Homenageia José Régio

No ano em que se assinala o cinquentenário da morte de José Régio, pseudónimo de José Maria dos Reis Pereira (1901-1969), o Correntes d’Escritas homenageia o escritor, na véspera da abertura.

No dia 18 de fevereiro, pelas 18h30, na Sala Principal do Cine-Teatro Garrett, haverá uma mesa, com curadoria e moderação de Valter Hugo Mãe, com os convidados Isabel Cadete Novais, Lauro António, Maria Bochicchio e Ramiro Reis Pereira, a partir do mote “Deus e o Diabo é que me guiam, mais ninguém”. A sessão inicia-se com declamação de Aurelino Costa, do poema cujo verso dá título à mesa.

Com cerimónia de abertura conduzida pelo Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa, no dia 19 de fevereiro, às 11h00, no Casino da Póvoa e Conferência de Abertura proferida pelo Presidente da CPLP Jorge Carlos Fonseca, no mesmo dia, às 15h00, na Sala Principal do Cine-Teatro Garrett, o Correntes d’Escritas decorre de 19 a 24 de fevereiro, na Póvoa do Varzim e termina no dia 27 de fevereiro, em Lisboa.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.