Conhecer Lisboa Do Ar Com A Lisbon Helicopters

Lisbon helicopters

Conhecer Lisboa vista do ar num helicóptero, ou ir até Sintra ou ao Cabo da Roca são algumas das propostas das Lisbon Helicopters, que depois de um tempo quase parados por causa da pandemia, resolveu reajustar a sua oferta turística e conquistar não só os estrangeiros que nos visitam, mas também os portugueses e em especial os lisboetas que às vezes mal conhecem a sua cidade.

Os passeios de helicóptero podem decorrer à partida do heliporto de Algés, num Robinson R44, com capacidade para 3 passageiros (mais o piloto) ou então do aeródromo de Tires, num Airbus AS350 Ecureuil – com capacidade para 5 passageiros mais piloto (um dos mais versáteis equipamentos da frota); ou ainda num Airbus EC 130 T2, com capacidade para 6 passageiros e piloto.

As opções são várias, e começam com um batismo de voo de 5 minutos, até à Torre de Belém e cujo valor ronda os 39 euros. Se prefere descobrir Belém, tem duas propostas, a Rota Jerónimos, que dura 8 minutos e sobrevoa a Fundação Champalimaud, a Torre dos Jerónimos, o Padrão dos Descobrimentos e o Mosteiro dos Jerónimos, durante 8 minutos, este passeio custa normalmente 58 euros por pessoa.

Já a rota Lisboa Belém dura 10 minutos e só se realiza para grupos de 3 pessoas cada e custa 207 euros o passeio. Estes são os mais procurados na zona de Lisboa.

Existem ainda packs de experiências, e ainda, se for caso disso, transporte privado de passageiros.

Nesta nova etapa, a empresa pretende continuar a trabalhar em parceria com alguns dos hotéis da Capital, mas também estreitar as parcerias com as agências de viagens e grupos de eventos e animação, segundo explicou ao C&H Duarte Moreira – Business Development Manager da empresa.

Lisbon helicopters

Esta é uma forma completamente diferente de conhecer a cidade e também de viajar, se for caso disso. Uma viagem urgente para qualquer ponto do país para resolver um problema, celebrar um aniversário ou pura e simplesmente realizar uma atividade em família são algumas das propostas, que a empresa apresenta e com as quais pretende cativar os portugueses, mas também os estrangeiros, por segundo nos referiu Duarte Moreira “Esta é uma forma de conhecer Lisboa diferente daquela a que estamos habituados e a vista é algo verdadeiramente deslumbrante”. Facto que pudemos comprovar por nós a bordo de um Robinson R44, pilotado por Diogo Leitão. Lisboa e o Tejo são mesmo um cenário fantástico.

As reservas podem ser efetuadas junto da empresa, mas entretanto deixamos aqui algumas recomendações: vista-se de forma confortável, calçado prático e quando telefonar a reservar indique a idade e peso dos passageiros, (a partir dos 3 anos já podem voar), leve máquina fotográfica ou telemóvel e prepare-se para se deixar encantar pelo lendário Tagus e suas belezas patrimoniais.

Bom Voo!

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.