Companhia De Teatro De Almada Estreia Fenda Com Diogo Dória E Maria João Abreu

O espetáculo Fenda, com texto e encenação de Rodrigo Francisco, estreia dia 15 de março no Teatro Municipal Joaquim Benite, em Almada. Nos principais papéis encontra-se Maria João Abreu e Diogo Dória.

Fenda conta-nos a história de Catarina, uma mulher de sucesso que aparenta ter uma força a toda a prova. Porém, uma fragilidade emocional revela as pontas soltas afetivas dessa mesma força, minada pela culpa e pelo sacrifício de quem subiu na vida a pulso para se lançar no mundo da informação televisiva: um mundo em que a verdade se enreda no que não pode ser noticiado e em que as relações de poder e a competição entre as pessoas prevalecem de modo particularmente violento. Escrito como um thriller psicológico, trata-se de um retrato de uma geração cheia de carências ocultas de vária natureza: pessoas cujas vidas têm por única forma e conteúdo o trabalho que fazem e os troféus que os salários que ganham permitem adquirir.

Em pano de fundo, várias outras problemáticas societais ganham visibilidade, entre as quais as remanescências do colonialismo e os negócios que ainda prosperam na realidade pós-colonial recente e a conformação a uma cultura do consumo que gera uma espécie de falsa classe social única: a dos burgueses, com mais ou menos liquidez (por vezes com muito pouca mesmo), para quem pessoas como Catarina (ou, melhor dizendo, a sua representação mediática) são um modelo.

Rodrigo Francisco, encenador, é desde 2013 diretor artístico da Companhia de Teatro de Almada e do Festival de Almada. Estreou-se na escrita para teatro com Quarto minguante (2007), que conheceria uma versão televisiva e duas traduções. Escreveu ainda Tuning (2010), peça nomeada pela SPA para o Prémio de Melhor Texto de Teatro Português estreado nesse ano.

O espetáculo Fenda conta com a interpretação de Adriana Melo, Carlos Fartura, Diogo Dória, João Farraia, João Tempera, Maria João Abreu, Mina Andala e Pedro Walter.

O espetáculo vai estar em cena de 15 de março a 7 de abril, de quinta a sábado, às 21h00, quartas e domingos, às 16h00.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.