Coliseu Porto Celebra 80 anos Com Programação Especial

O Coliseu Porto celebra 80 anos e apresenta, no próximo fim de semana, dias 18 e 19 de dezembro, uma programação especial, com um leque de ofertas culturais, da música ao teatro e circo, entre outras propostas, para todas as idades e géneros.

Assim, no sábado, dia 18 de dezembro, às 10h00 e às 17h00, a sala 2 acolhe o teatro-dança para bebés Capuchinho, para bebés dos 3 meses aos 3 anos. A peça de 25 minutos, a partir de um texto de Charles Perrault, tem encenação de Paulo Lage e coreografia de Elsa Madeira.

“Mamã, avó, floresta, bolo.” A palavra dita, narrada a partir do livro, sugere o poder transformador do cenário em imaginário. A Capuchinho-bailarina e o lobo (que tem fome mas não é assim tão mau!) habitam uma peça de luz e contrastes. A imagem, o movimento, o som e a palavra sincronizados, num auto em que era uma vez uma história encantada.

Os bilhetes estão à venda por 8 euros.

Para crianças e jovens, dos 8 aos 14 anos, o Coliseu propõe o teatro-visita Manda os Teus Pais Passear, no dia 18 de dezembro, pelas 18h00. Esta proposta conta com concepção, coordenação e textos de Marta Figueiredo e coordenação e encenação da performance-visita guiada de Gonçalo Amorim.

O Teatro Experimental do Porto apresenta esta peça que nasce como um protesto – em jeito de desabafo – contra a geração de pais acelerada! A partir de um pequeno passeio pela rua de sempre, ao olhar para fora em vez de para dentro, ao usar os olhos de outros, os sapatos de outros, o tempo de outros, tornou-se uma descoberta infinita: desfrutar do que nos rodeia, do que já existe.

Os bilhetes estão à venda por 8 euros.

No domingo, dia 19 de dezembro, O Bosque do Piripak, teatro musicado para crianças dos 6 aos 12 anos, ocupa a sala 2, com sessões às 10h00 e 15h00. Uma produção da Astro Fingido, com texto de Mário João Alves, música de Ricardo Fráguas e encenação de Fernando Moreira.

Bosque do Piripak fala dos medos na infância e de um em particular, o medo do silêncio. Medo que muitas vezes transportamos para a idade adulta, sem que dele tenhamos consciência. A quantidade de sons que nos rodeia e turva a escuta diária será a resposta ao medo de estarmos sozinhos?

Os bilhetes estão à venda por 8 euros.

Às 11h00, A Arca do Tesouro, um conto de Alice Vieira com música de Eurico Carrapatoso, com a Orquesta Sinfónica Ensemble, com direção artística de Cesário Costa marca o último dos Concertos Promenade, numa versão 2.0.

A partir do conto de Alice Vieira, com música de Eurico Carrapatoso – vencedor do Prémio DSCH – Schostakovich Ensemble em 2021 –, a Orquestra Sinfónica Ensemble vai contar a história de Maria que guarda na sua caixa azul segredos e riquezas que, a seu tempo, serão revelados. Uma história que integra o Plano Nacional de Leitura e é já conhecida das nossas crianças.

Os bilhetes variam entre os 6 e os 10 euros.

Segue-se às 15h00, a inauguração do Lounge Areas, com exposição dos desenhos vencedores do concurso “Desenha o Coliseu”. Um novo espaço para «valorização dos artistas e do setor artístico emergente.»

Pelas 16h00, o Concerto Ageas – 80 anos Coliseu: Concerto para Piano n.º 1 de Tchaikovsky, com a pianista Quanlin Wang e a Orquestra Filarmónica Portuguesa, sob direção do maestro Osvaldo Ferreira.

A vencedora do 1º prémio do Concurso Internacional de Música Santa Cecília (o Prémio Câmara Municipal do Porto), Quanlin Wang, é a grande solista deste espetáculo que terá como principal tema o reconhecido Concerto n.º 1 de Tchaikovski (1875), cujo adagio é sobejamente reconhecido e que só é interpretado pelos mais audaciosos pianistas.

Os bilhetes variam entre os 4 e os 8 euros.

A fechar a programação os Parabéns Coliseu! com o Circo de Natal, pelas 21h00.

Uma festa de memórias à qual se segue uma sessão especial de aniversário do espetáculo de Circo de Natal com acrobacia, humor, malabarismo, trapézio, equilibrismo, dança, arco e bola aérea, roda alemã, ilusionismo, um globo radical e música original.
As diversas atuações terão em comum uma paleta cromática que apresentam e expandem os 15 números de circo, através dos figurinos desenhados por Cláudia Ribeiro, a partir da inspiração de seres em planetas imaginados, mas também nos vídeos feitos em parceria com a ESMAD-IPP, na cenografia e nos adereços que contaram com a contribuição da Escola Artística Soares dos Reis. Espera-se uma explosão de luz, cor e som em torno da possibilidade de exploração de novos mundos – sem ser preciso construir um foguetão!

O Circo de Natal está no Coliseu até ao dia 2 de janeiro de 2022, com várias sessões por dia, excepto às segundas e terças-feiras. O preço dos bilhetes varia entre os 8 e os 18 euros.

Parabéns Coliseu!

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.