CINANIMA premeia Ana – Um Palíndromo de Joana Toste

Ana_espreguicaAna – Um Palidromo da realizadora Joana Toste foi o vencedor do prémio António Gaio, atribuído ao melhor filme em português, do 37º CINANIMA – Festival Internacional de Cinema de Animação de Espinho, que terminou no domingo.

O filme, com cinco minutos de duração, conta a história de um momento na vida de Ana.

Além deste prémio, foram também distinguidos na competição internacional, os filmes Plug & Play de Michael Frei, Suíça, com o Grande Prémio Cinanima, Que dia Lindo!, de Don Hertzfeldt, EUA, com o Prémio Especial do Júri, Banhos, de Tomek Ducki, Polónia, com o prémio Alvez Costa, Melhor Curta Metragem até 5 minutos, e Lar, de Bálint, Hungria, com o prémio Gaston Roch / Melhor Filme de Estudos e/ou de Escola.

O prémio Melhor Curta-Metragem mais de 5 até 24 minutos foi para Ziegenort de Tomasz Popakul, Polónia, o prémio José Abel foi para Boles de Spela Cadez, Eslovénia, o prémio de Melhor Banda Sonora Original foi para A Minha Mãe é um Avião, de Yulia Aronova, Rússia.

Texto de Catarina Delduque

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.