Ciclo Caos E Ritmo #1 Para Ver Em Guimarães

O Centro Internacional das Artes José de Guimarães (CIAJG), a Casa da Memória de Guimarães (CDMG) e o Palácio Vila Flor voltam a abrir portas, acolhendo o ciclo expositivo Caos e Ritmo #1, na mostra permanente Território e Comunidade e na exposição Transmissão | Patrícia Almeida, Obras 2001-2017, respetivamente.

As exposições podem ser visitadas gratuitamente até ao dia 30 de junho.

A exposição permanente da Casa da Memória de Guimarães dá a conhecer diferentes aspetos da comunidade vimaranense através de um largo arco temporal.

No Centro Internacional das Artes José de Guimarães o visitante encontra «peças oriundas de diferentes épocas, lugares e contextos em articulação com obras de artistas contemporâneos, propondo-se uma (re)montagem da história da arte, enquanto sucessão de ecos, e um novo desígnio para o museu, enquanto lugar para o espanto e a reflexão.»

No Palácio Vila Flor, situado no Centro Cultural Vila Flor, a exposição de Patrícia Almeida reúne «um corpo de trabalho forte e abrangente, organizado numa sequência alargada de imagens que exprimem as diversas facetas de uma obra».

É importante referir as novas regras de acesso e os novos horários de funcionamento dos espaços, sendo o uso obrigatório de máscara, a desinfeção das mãos à entrada e o distanciamento social de 2 metros regras comuns. A lotação máxima é de 10 visitantes em simultâneo no CIAJG e 5 na Casa da Memória e no Palácio Vila Flor. Há também o pedido de circulação pela direita e a impossibilidade de tocar nos objetos aos visitantes do CIAJG e do Palácio Vila Flor. Na Casa da Memória, tendo em conta o caráter interativo da sua exposição, serão fornecidas luvas de uso obrigatório.

Os horários de abertura destes espaços coincidem, estando de portas abertas das 10h00 às 13h00 e das 15h00 às 19h00. O Centro Internacional das Artes José de Guimarães e a Casa da Memória estão disponíveis para ser visitados de terça a domingo e o Palácio Vila Flor de terça a sábado.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.