CCB recebe SOLOS pela Companhia Paulo Ribeiro

Reportagem de Sara Santos
Texto de Elsa Furtado

Este fim-de-semana, mais concretamente sexta e sábado, o Pequeno Auditório do CCB recebe a companhia de dança Paulo Ribeiro, que apresenta Solos, pelas 21h00.

O primeiro, intitula-se “Sem um tu não pode haver um eu”, com coreografia e interpretação de Paulo Ribeiro, que  regressa assim aos palcos, inspirado por Ingmar Bergman. O tema musical escolhido foi“Insensatez”, de Robert Wyatt. “Nesta peça há amor, ódio, solidão, angústia, dilemas conjugais, luta interior e desmoronamento: um corpo que, de tão vivo, joga xadrez com a morte”, explica o artista.

This slideshow requires JavaScript.

O segundo Solo, tem lugar amanhã. “Como é que eu vou fazer isto?” tem coreografia de Tânia Carvalho e é interpretado por Leonor Keil. ““Como é que eu vou fazer isto?” é a dúvida que inquieta qualquer intérprete perante um desafio artístico. É igualmente a forma que tomou a inquietação que o trabalho de Leonor Keil desperta em Tânia Carvalho. “A dança da Leonor inquieta-me. Inquieta-me… e não consigo tirar os olhos dela.” explica a criadora”.

A terminar o ciclo de apresentações “Bits & Pieces”, com coreografia de Olga Roriz e interpretação em estreia de Leonor Keil. “Num solo feito das memórias de uma e de outra. Leonor e Olga, armadilhadas de tudo o que viveram e despidas do saber uma da outra, vão, segundo Olga Roriz, acertar o passo por instantes”.

This slideshow requires JavaScript.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.