Casa-Museu Medeiros e Almeida em Lisboa apresenta a Coleção de Leques

Reportagem de Elsa Furtado

leques_casamuseu_medeirosalmeida-001A Casa-Museu Medeiros e Almeida tem uma nova sala de exposições, preparada especialmente para apresentar a coleção de leques do museu, e que foi agora inaugurada com a exposição Armas de Sedução – Leques Europeus do Século XVIII ao Século XX.

Esta mostra, apresenta ao público, pela primeira vez, peças da colecção de leques de António Medeiros e Almeida, adquiridos entre 1967 e 1980, composta por 210 ítens e tida como uma das maiores do país.

Utilizado como mero acessório decorativo, complemento de indumentária, símbolo de poder e estatuto, peça de arte, ou como transmissor de mensagens, o uso do leque foi evoluindo ao longo dos séculos. Os 72 leques agora expostos, foram assim escolhidos, de forma a melhor narrar a evolução histórica do objecto, como peças representativas “de diferentes períodos históricos, culturais, assim como de variadas tipologias estéticas e formais”.

Nesta “pequena sala” o visitante pode ver e ficar a conhecer alguns belos exemplares de Leques Plissados, Leques Brisé, Leques Telescópico, Leques de Palmetas, Leques Cabriolet, leques de Plumas, Leques Fontagne, Leques Cocade, Vantarola ou Ecrã e ainda um exemplar de um Leque Quebrado. Nestas belas peças, podemos observar o belo trabalho de pintura ou de renda das folhas , mas também o minucioso e rico trabalho das varetas e das aplicações nelas incrustadas.

[satellite auto=on caption=off thumbs=on]

 

Acompanha a mostra uma explicação sobre a simbologia e a linguagem do leque, muito praticada essencialmente nos séculos XVIII e XIX pelas damas nobres quando queriam seduzir ou passar mensagens e até mesmo por espias. (Fazia também parte desta linguagem de sedução os sinais postiços nas senhoras e os lenços pelos cavalheiros).

O Leque da Rainha D. Amélia, e o Leque da Imperatriz D. Eugénia do Montijo (esposa de Napoleão III) são alguns das peças em destaque, e que podem agora ser visitadas, tal como as reservas desta colecção (de leques).

A exposição está integrada no circuito expositivo da Casa-Museu Medeiros e Almeida, e pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 13h00 às 17h30, e aos sábados das 10h00 às 17h30, encerrando aos domingos.

O bilhete custa 5 euros por pessoa, sendo a entrada gratuita até aos 18 anos. As visitas guiadas têm o preço de 6 euros e requerem marcação prévia.

 

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.