Casa Dos Patudos Apresenta O Som Da Pintura

A Casa dos Patudos – Museu de Alpiarça inaugura hoje, dia 10 de julho, às 17h00, a exposição O Som da Pintura, com curadoria de Graça Mendes Pinto Ludovice, Diretora do Museu Nacional da Música e Nuno Prates, Conservador da Casa dos Patudos – Museu de Alpiarça.

Em redor da tela de Bartolomeo Bettera (1639 – 1699), uma reflexão sobre o protagonismo dos instrumentos musicais na obra de arte. Retratados sempre em relação aos executantes, estes objetos vão revestir-se de imponderáveis solenidade e poder simbólico no norte de Itália em meados do século XVII; a partir daí, a evolução será rápida, cavalgando já a onda barroca, juntando uma forte consciência decorativa aos seus valores sinestésicos e evocativos.

Disto mesmo nos fala o quadro em exposição, em diálogo com seis instrumentos históricos, pertencentes ao espólio do Museu Nacional da Música: diante dos nossos olhos maravilhados, tal como se apresentaram defronte ao artista, um alaúde, um chitarrone, um violino e um violoncelo, uma charamela e uma viola barroca, extrapolam a bidimensionalidade pictórica e permitem-nos dar um salto no tempo.

Esta iniciativa, inserida no âmbito do Festival Entre Quintas, vai contar na sua inauguração com um momento musical barroco, com peças de Antonio Vivaldi (1678-1741), Domenico Scarlatti (1685-1757) e Carlos Seixas (1704-1742) interpretadas por Nuno Cardoso, violoncelo e Lígia Vareiro, violino.

A exposição estará aberta ao público de 11 de julho a 15 de agosto de 2021, de terça-feira a domingo, das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30. A entrada é livre.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.