Campo Pequeno Acolhe Mercado De Natal Com Projetos Portugueses

Até dia 4 de dezembro o Campo Pequeno recebe o Mercado de Natal, uma mostra de artesanato e design nacional onde os visitantes poderão encontrar peças originais, do tradicional ao contemporâneo, a preços atrativos.

O Mercado de Natal vai na sua sexta edição e conta agora com mais de 100 expositores que apresentam artigos de autor e peças de design exclusivamente de origem portuguesa, inspiradas nas artes e nos ofícios tradicionais, bem como em tendências artísticas contemporâneas.

A grande novidade este ano é a criação de um novo espaço, o Second Chance, uma área que pode ser visitada no primeiro piso e integra 35 expositores, sob um conceito dedicado à Sustentabilidade e ao Eco Lifestyle. Este espaço ambiciona fomentar negócio de projetos sustentáveis, alimentar o comércio justo e a produção responsável. Esta novidade vai, aliás, de encontro a um dos objetivos principais dos mentores da iniciativa, o de divulgar pequenos negócios e artes muitas vezes desconhecidos do grande público.

No Mercado está também patente a revista Gerador com a exposição o projeto 6 Faces da Mesma Moeda, estabelecida por 60 fotografias que contam a história de 10 artistas que também vão marcar presença no evento.

Entre os projetos presentes, destaque para alguns inovadores: a marca portuguesa Ahua, uma produtora de equipamento de surf de alta performance, caracterizada por uma cuidadosa escolha de materiais e processos que visam minimizar o seu impacto ambiental; o Projecto TASA, que apresenta criações produzidas artesanalmente, com mão portuguesa, aliadas ao design no intuito de criar soluções que resultam numa marca contemporânea e utilitária, sem perder a sua matriz cultural e ecológica; a inovadora Wish a Bean, que trouxe a ideia genial do feijão mágico que, quando germinado, transmite uma mensagem à pessoa que o recebe, constituindo-se uma prenda muito especial; a Kokedama, as plantas sem vaso oriundas do Japão que emergem numa manifestação estética muito particular da ligação com a Natureza; o Bashô Cycling Club que é uma oficina artesanal de mochilas, malas e acessórios, inteiramente projetados e concebidos a pensar na vida urbana, em viagem, e na bicicleta, e nelas transportar todo o tipo de objetos, desde objetos pessoais a carga mais volumosa e pesada – entre outros projetos tão inovadores quanto atrativos.

O mercado funciona todos os dias entre as 11h30 e as 21h30 e o bilhete de entrada custa 2 euros, dedutível em compras iguais ou superiores a 8 euros.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.