Bryan Adams “Kick Ass” Em Lisboa

Por Vânia Marecos

No domingo, na Altice Arena, ao chegar ao concerto de Bryan Adams tive a sensação de entrar numa máquina do tempo onde viajei para uma era onde é normal salas de espetáculos repletas e com plateia de pé. Não fossem as máscaras e o controle dos certificados à entrada e quase que acreditava que estava realmente numa realidade paralela, que parece já tão longínqua. Um privilégio de Portugal, como fez notar o cantor numa das suas intervenções, relembrando que é o seu segundo concerto desta dimensão em dois anos.

Kick Ass deu o pontapé de saída para uma noite que seria memorável, duas horas de música recheadas de êxitos, histórias e memórias. «Olá Lisboa!» foi assim que cumprimentou o público para logo voltar às canções “Can’t Stop This Thing We Started”, “Run to You” e o mais recente “Shine a Light” que iluminou a sala com milhares de luzes a brilhar.

Aos primeiros acordes de “Heaven” a plateia começou a cantar em uníssono, Bryan Adams acompanhou na guitarra e só depois se juntou também com a voz. «Esta música é para dançar, temos duas câmaras aqui para os melhores momentos, vamos coloca-los no ecrã, não sejam tímidos» foi a mensagem que antecedeu “You Belong to Me” e o público não decepcionou!

A energia de Bryan Adams era contagiante e êxito atras de êxito ia alternado as baladas e o rock “Have You Ever Really Loved a Woman?”, “(Everything I Do) I Do It for You”, “18 til I Die” culminando no “Summer of ’69”.

Com 62 anos de idade e mais de 40 de carreira são muitos os temas que infelizmente não podem constar do alinhamento, mas alguns fãs tiveram a oportunidade de escolher o que queriam ouvir nesta noite: “Tonight”, “One Night Love Affair”, “Kids Wanna Rock” e “Please Forgive Me” foram os Discos Pedidos pelo André, a Sandra, o Bruno e a Estefânia.

A noite já ia longa e depois de “Cuts Like a Knife” a banda saiu de palco, mas o público queria mais. “Never Gonna Rain” abriu o encore a que se seguiu “So Happy It Hurts”, o tema que dá nome à tour que, com o entusiasmo do cantor tinha falhado no alinhamento do concerto de sábado em Gondomar.

Ainda houve tempo para rever memórias da época em que Bryan Adams viveu com os pais em Cascais, com fotos da casa em Birre, das atividades no colégio com relatos das suas travessuras, descobertas pela Mrs. Leitão, ou do seu primeiro amor, Karen, a quem o cantor nunca teve coragem de se declarar. As lembranças de Portugal terminam com duas fotografias separadas por 50 anos na Praia do Guincho, na primeira Bryan Adams, na segunda as suas filhas Mirabella e Lula .

Entrávamos agora nos momentos finais e foi ao som de “Straight From the Heart” e “All For Love” que Bryan Adams encerrou a noite na Altice Arena.

Alinhamento:

  1. “Kick Ass”
  2. “Can’t Stop This Thing We Started”
  3. “Run to You”
  4. “Shine a Light”
  5. “Heaven”
  6. “Go Down Rockin”
  7. “It’s Only Love”
  8. “Cloud Number Nine”
  9. “You Belong to Me”
  10. 2Have You Ever Really Loved a Woman?”
  11. “Here I Am”
  12. “When You’re Gone”
  13. “(Everything I Do) I Do It for You”
  14. “Back to You”
  15. “The Only Thing That Looks Good on Me Is You”
  16. “I’m Ready”
  17. “18 til I Die”
  18. “Summer of ’69”
  19. “Tonight”
  20. “One Night Love Affair”
  21. “Kids Wanna Rock”
  22. “Please Forgive Me”
  23. “Cuts Like a Knife”
  24. Encore:
  25. “Never Gonna Rain”
  26. “So Happy It Hurts”
  27. “Straight From the Heart”
  28. “All For Love”

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.