Restaurante do Museu do Oriente Convida a Brunch ao Domingo

Brunch no Museu do Oriente
Brunch no Museu do Oriente

Fim de semana. A pausa de uma semana de trabalho, a incutir rebelião de horários e a implorar por maior satisfação pessoal. Se a fome é muita e a vontade de ir para a cozinha inversamente proporcional, sugerimos o Brunch no Restaurante do Museu do Oriente.

Funciona em dois turnos e tem de tudo, desde o mais tradicional pequeno-almoço (pão, croissants, compotas, iogurtes, frutas, cereais, bolos, entre outros) aos mais arrojados pratos de inspiração oriental (yakissoba, caril ou teriaky).

Se calhar a razão menos óbvia para optar por este espaço será a luz. Mas a verdade é que é impossível ficar alheio à belíssima vista que se tem para o rio do restaurante do Museu do Oriente, localizado no 5º piso do edifício. A linha azul no horizonte e o recorte da Ponte sobre o Tejo faz com que a refeição se torne ainda mais agradável. Depois, a apresentação cuidadosa do brunch, em modo buffet, disposto sobre a mesa corrida ao centro da sala, merece também um elogio. Há pãezinhos de deus e bolas com creme “engaioladas” como se pedissem que os soltássemos. Por aqui vai encontrar tudo a que tem direito. A começar no pequeno-almoço, passando pelo almoço e para os que optam pelo segundo turno, a possibilidade de estender ao lanche.

A variedade de salgados, assim em jeito de entradas é enorme e irresistível. Há empadas, pães com requeijão, salada de tomate e manjericão, blinis de pão torrado com manteiga de ervas, croquetes, saladas frias várias e a secção irresistível de guiosas, crepes e chamuças.

Nos quentes, encontrámos ovos com espargos, ovos com alheira, cogumelos e legumes salteados. Todos os dias há um prato oriental diferente, bem condimentado, mas também uma refeição mais simples a pensar nas crianças, que no dia visitado era bife de perú com arroz.

A seção das sobremesas é uma espécie de maratona dos doces, tudo muito bem acondicionado em mini doses, a pedir que se faça uma seleção de várias. Encontrámos desde a mais simples gelatina, ao leite creme, arroz doce, pudim, bolo caseiro, mousse de manga com sementes de chia, mousse de maracujá, uma a surpreendente delícia (marshmallows com coco).

 

Acompanha esta refeição as bebidas disponíveis na mesa: água, vinho tinto ou branco (Stanley, uma produção da casa com origem na Península de Setúbal), mas também sumos de fruta naturais ou chá.

Há um espaço para as crianças, com serviço de baby sitting disponível para que a refeição dos adultos tenha a tranquilidade e o tempo desejado.

O Brunch do Restaurante do Museu do Oriente está disponível por 20 euros para adultos e 10 euros para crianças dos 4 aos 12 anos, incluindo as bebidas mencionadas. É servido entre as 12h00 e as 17h00 aos sábados e domingos, mediante reserva prévia. É possível optar entre um dos turnos: das 12h00 às 14h30 ou das 14h30 às 17h00.

Reportagem de Tânia Fernandes e António Silva

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.