BREU Sobe À Cena Do Teatro Carlos Alberto A Partir De Amanhã

O espetáculo de inspiração circense BREU, com direção artística e criação de Joana Moraes, sobe ao palco do Teatro Carlos Alberto, a partir de amanhã – 14 de fevereiro, e vai poder ser visto até dia 23 deste mês.

No universo do menos amado dos espetáculos de palco, a companhia MUSGO reconhece uma metáfora que condensa conceitos a serem trabalhados: a precariedade destes artistas, o desdobramento das suas funções, a estigmatização com que frequentemente são vistos, uma profissionalização que lhes é negada. Com base no devising (o processo colaborativo de pesquisa e criação de raiz de material para cena, que o Musgo tem vindo a aprimorar) e inspirando-se em recolhas decorrentes de visitas a circos e conversas com estas trupes multidisciplinares – documentadas numa exposição fotográfica de Paulo Pimenta que acompanhará BREU –, Joana Moraes irá erguer o texto dramático, permeável também a referências do cinema e da fotografia sobre o circo. Entre o lado de lá e de cá da cortina, entre o glamour do espetáculo, as vicissitudes da intimidade e a crueza da realidade, BREU quer assumir uma abordagem tão humanista quanto humorística do que entre eles transita e contamina. Não querendo ser nem realista nem documental, é “um espetáculo sobre precariedade, dedicação e amor”.

BREU conta com direção artística e criação de Joana Moraes, cenografia de Coletivo Monte, e interpretação e cocriação de Ana Vargas, Gilberto Oliveira, João Pamplona, Joana Carvalho e Sara Costa. A produção é uma parceria Musgo e TNSJ.

A peça pode ser vista, às quartas e sábados, às 19h00; às quintas e sextas-feiras, às 21h00 e aos domingos, às 16h00.

Para maiores de 12 anos, o espetáculo tem uma duração aproximada de 1h20. No dia 15 de fevereiro haverá uma conversa pós espetáculo.

O preço do bilhete é de 10 euros, e podem ser adquiridos no local e online.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.