Boas Castas Musicais Este Sábado No EA Live

Reportagem de Diana Silva (fotografia) e Marina Costa (texto)

Gabriel O Pensador
Gabriel O Pensador no EA Live 2019

Decorreu ontem, a 22 de outubro, a edição de 2019 do EA Live. Sete bandas e cinco DJ set animaram o palco do Campo Pequeno, no conceito Fast Fest – 40 minutos de concertos de 7 bandas intercaladas por DJ sets de 20 minutos. Com um cumprimento exemplar dos horários os artistas procuraram um contacto constante com o público viajando por toda a sua produção musical durante mais de 8 horas de música. 

O palco foi inaugurado por Isaac Ace que vai tendo cada vez mais adeptos, com um público ainda tímido, a chegar. Seguiram-se Paus sempre alinhados num rock conjugado com as vozes que os tornam uma sonoridade única e banda de personalidade. 

Keep Razors Sharp entraram em palco às 19h00, com um Campo Pequeno mais composto e rompendo energias. Estes quatro rapazes, de percursos musicais distintos, não têm medos em palco e aqueceram o público para a banda mais aguardada da noite – Diabo na Cruz. Apresentando-se com uma distribuição em palco diferente, Sérgio Pires, como vocalista, não deixou por mãos alheias a agitação musical que caracteriza os concertos desta banda. Num concerto deveras emotivo, como se do fim da banda se tratasse – fica a promessa – “vamos continuar a fazer o que fazemos por algum lugar por aí…”. O público respondeu a todos os incentivos, cantou, pulou, em uníssono, como que a transmitir a todos os elementos que constituem este grupo que a sua cruz é não deixarem de fazer o que fazem tão bem, com prazer e de forma diabolicamente invulgar.

Stereossauro fixou o público com a sua sonoridade única, que poderá ser estranha para quem reconhece vozes e musicalidades de outros cenários, mas este seu projeto Bairro da Ponte é uma obra de arte audiovisual a que ninguém fica indiferente. 

Seguiram-se os Capitão Fausto que no seu habitual profissionalismo pop/rock estiveram em corrida contra o tempo de forma a conseguir tocar recentes e antigos sons. 

Numa entrada original, os The Gift fizeram o Campo Pequeno embalar na voz quente e rouca de Sónia Tavares, que apesar dos problemas de som, em 40 minutos viajaram pela longa história da banda permitindo um intercâmbio com um público presente de diferentes gerações. 

Todo o Campo Pequeno vibrou com a entrada de Gabriel o Pensador. Numa energia única, simples e prazerosa, iniciou a cantar o “Tô feliz (Matei o Presidente)”. Sempre em comunicação e diálogo com o público, muito próximo e a brincar com smart phones, foram 40 minutos demasiado curtos para a mensagem que artista e banda pretenderam passar. O público percebe, adere, vibra e embala numa comunhão de letra e dança que nos permite agradecer podermos falar a mesma língua que este artista de gerações e letras de mensagem intemporal.

Mais uma edição do EA Live que fez justiça à essência do que é nosso, em português, escrito e tocado, numa mistura de castas musicais, que torna este evento único e especial.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.