Black Lips, Cut Copy e The Dodos no Vodafone Paredes de Coura

paredes2O festival Vodafone Paredes de Coura, a decorrer na praia fluvial do Taboão, nos dias 20, 21, 22 e 23 de agosto,  anunciou a presença dos Kurt Vile and The Violators no dia 23, Seasick Steve no dia 22 e Yuck no dia 21, a juntar aos Black Lips e os australianos Cut Copy que atuam na sexta-feira dia 22 de agosto, e os californianos The Dodos no dia a seguir.

Kurt Vile e os The Violators, apresentam “um registo bluegrass lo-fi de Vile e uma boa dose de psicadelismo indie, incorporando na tradição folk norte-americana a reverberação das guitarras de artistas como Springsteen ou Dinosaur Jr”.

Cantautor country/blues, Seasick Steve (aka Steve Wold)  tem uma abordagem punk-blues lo-fi, e vem apresentar ao festival o álbum Hubcap Music lançado em 2013, que contou com participações especiais de Jack White e do baixista do Led Zeppelin, John Paul Jones.

Yuck, composto por Daniel Blumberg e Max Bloom (vozes e guitarras), o baixista japonês Mariko Doi, o baterista Jonny Rogoff e as backing vocals da irmã de Daniel, Ilana, defendem um estilo indie-pop. Eles vêm ao Paredes de Coura apresentar o seu segundo álbum, Glow & Behold, editado em Outubro de 2013.

Screen Shot 2014-03-14 at 06.45.27Os Black Lips trazem o seu quarto trabalho de originais, Underneath the Rainbow, que inclui os já divulgados singles “Boys in the Wood” e “Justice After All”.

Já os Cut Copy encontram-se em digressão com o seu álbum lançado em 2013, Free Your Mind, trazendo a sua sonoridade electro-pop-rock até ao Vodafone Paredes de Coura.

Os The Dodos trazem o seu quinto álbum, editado em 2013, a este festival. Num registo mais folk e psicadélico, irão apresentar Carrier.

Mantêm-se os Buke & Gase, Chvrches, Franz Ferdinand, Goat e Mac DeMarco, já confirmados anteriormente.

Os passes gerais para os quatro dias já estão à venda nos locais habituais e no site oficial do Festival e custam 80 euros.

Texto de Joana Resende

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.