Bem-vindos à Gran Canária

Reportagem de Alexandra Gil
Fotos de Alexandra Gil, Solferias e de outros autores – Fotolia

laspalmas_1

Época baixa é um conceito relativo quando falamos da Gran Canária. A conjugação dos ventos alísios, da corrente do Golfo e da geografia fazem com que o clima da ilha espanhola seja ameno durante todo o ano, o que faz dela um excelente destino de férias a dois passos da Europa continental.

Daí que não seja estranho ver as estâncias bem animadas, sobretudo por turistas do norte do Velho Continente, mesmo durante o inverno, altura em que a temperatura média oscila entre os 22 e os 24 ºC. No verão, os termómetros também não costumam ultrapassar os 28ºC.

Para além destas temperaturas convidativas, a Gran Canária destaca-se pela sua enorme variedade de microclimas, que vão ao encontro dos mais diversos gostos, quer sejam a praia, o interior ou as montanhas. Umas horas são o bastante para trocar as delícias do clima continental pelas do subtropical.

Entre as diversas praias à escolha, destaca-se a Playa del Inglés O seu areal com quase 3 quilómetros está entre os mais famosos da Europa e ao longo do mesmo podem ser encontradas bancas com bebidas frescas e gelados, bem a jeito entre um passeio de vela ou uma corrida de jet-ski. Para descontrair nada como uma caminhada pelo Paseo Costa Canaria, que liga à Playa de las Burras, ao início das dunas de Maspalomas. Existe aqui uma zona de nudismo e uma secção muito frequentada pela comunidade gay.

Las Palmas, Gran Canaria, SpainA ter em conta são ainda as referidas dunas de Maspalomas onde, tal como na Playa del Inglés existe tudo o que é preciso para um dia em grande à beira-mar. Instalações desportivas e de lazer, bares, lojas estão ao dispor dos muitos turistas que por aqui passam. Se busca um pouco de exotismo, então experimente o passeio de camelo na ponta ocidental.

Las Palmas, a capital situada no nordeste da ilha oferece também ela belas praias, mas não só. Fundada em 1478, a cidade tem uma rica herança cultural e histórica, concentrada sobretudo na zona antiga, o bairro de Vegueta, classificado em 1990 Património Mundial da Humanidade pela UNESCO.

É aqui que poderá visitar a catedral ou apenas apreciar a arquitetura, de onde sobressaem os canhões, uns deles falsos, que em tempos serviram para combater, ou pelo menos, assustar os inimigos. Antes de a noite cair e a zona ganhar vida com a abertura dos bares de tapas, vale a pena dar um salto à Casa de Colón, conjunto arquitetónico que inclui a antiga casa dos governadores com mais de cinco séculos de existência. Neste museu em homenagem a Cristóvão Colombo, podem ser apreciadas obras e objetos que refletem o papel das Canárias nos Descobrimentos, com destaque para pinturas dos séculos XV e XVI, mapas e instrumentos de navegação.

Columbus house, Las Palmas de Gran Canaria, SpainCidade cheia de energia, vida e dinamismo, Las Palmas oferece ainda inúmeras possibilidades aos desportistas, tendo como ex-libris a luta canária e a vela latina, modalidades que aí nasceram. No que respeita esta última, são muitas as regatas, sendo possível participar ou assistir às mesmas quase todos os fins de semana.

Do roteiro da capital fazem ainda parte lojas de luxo e as irresistíveis vielas onde não faltam cafés e estabelecimentos para petiscar. Mas para entrar no espírito de Las Palmas, nada como visitar a cidade durante a época do Carnaval. Aqui a cor e a alegria imperam, a fazer lembrar pouco as festividades do Rio de Janeiro. Festa é ainda o que não falta durante o São João, a 24 de junho, data das Fiestas Fundacionales de San Juan, que celebram o aniversário da fundação de Las Palmas.

 

 

This slideshow requires JavaScript.

O C&H viajou para a Gran Canária a convite da Solférias

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.