Barbie Distinguiu 12 Figuras Femininas Nacionais

Doze figuras femininas nacionais foram distinguidas pela Barbie, pela sua acção em áreas como a solidariedade social, o desporto, a alta-cozinha, entre outras, e que personificam a mensagem “Tu podes ser o que quiseres”.

barbie-premios-017Catarina Furtado, Sara Moreira, Rita Ferro Rodrigues, Iva Domingues, Vera Sacramento, Mariana Duarte Silva, Anna Lins, Joana Barrios, Ângela Ferreira, Vitoria Guerra, as ginastas Joana Moreira e Rita Ferreira, foram as 12 figuras homenageadas que receberam uma Barbie personalizada à sua semelhança.

A ideia da marca (Mattel) foi distinguir 12 mulheres (heroínas), que “inspiram as meninas ao quebrar barreiras e ao expandir as possibilidades das mulheres por todo o mundo. Que detêm carreiras e percursos que inspiram as crianças, estas mulheres materializam a mensagem:

“Tu podes ser o que quiseres”

E quem são estas 12 inspiradoras figuras femininas?

Catarina Furtado – é apresentadora de televisão, e Embaixadora de Boa Vontade do UNFPA – Fundo das Nações Unidas para a População, desde 2000, e Presidente da Associação “Corações com Coroa”, desde 2012, instituição que pretende contribuir para a capacitação de meninas, jovens e mulheres, e para a Igualdade de Género como estratégia para combater a pobreza e a exclusão social, entre outros objetivos.

Sara Moreira – foi mãe, em 2013, mas a maternidade não a impediu de continuar a carreira desportiva. Este ano, ganhou o Ouro nos Campeonatos Europeus de Atletismo, na prova de Meia-Maratona, e participou nos Jogos Olímpicos do RIO 2016.

Rita Ferro Rodrigues, Iva Domingues e Vera Sacramento – contribuíram para a criação da plataforma Capazes, que tem promovido o debate público de vários temas relativos à mulher e à sociedade em que se insere. Estão também nas escolas, com o programa “Capazes na Escolas”, que tem como objetivo fazer chegar os princípios do feminismo às crianças em período escolar.

Joana Barrios – também colabora com o projeto e, além disso, é atriz, autora do blogue Trashédia, fashionista e mãe.

Mariana Duarte Silva – mãe de 3 filhos, é a mentora do projeto “Village Underground”, que transformou antigos autocarros e contentores marítimos em escritórios, sendo hoje um dos principais locais de cowoking, um centro de difusão cultural e criativa, com projetos ligados à televisão, ao teatro, ao fado e à música em geral, à arquitetura, ao design, à restauração e à moda.

Anna Lins – conceituada Chefe de cozinha japonesa e asiática, foi a primeira mulher a receber uma certificação em Sushi, por uma entidade japonesa, depois de lhe ter sido referido que “as mulheres não podem fazer carreira a fazer sushi”.

Ângela Ferreira – é artista visual e ilustradora. Sob o apelido de “Kruella d’Enfer” apresenta um universo visual encantado, criando fantásticas e misteriosas criaturas. A artista expõe desde 2010 e já viu o seu trabalho chegar a Banguecoque.

Vitória Guerra – com apenas 27 anos, alcançou o estrelado internacional e conjuga a carreira na televisão portuguesa, com projetos de cinema lá fora, como As Linhas de Wellignton ou Cosmos. Com o seu papel em Amor Impossível, realizado por António Pedro Vasconcelos, foi distinguida com o galardão de Melhor Atriz, nos Prémios Sophia, e recebeu também um Globo de Ouro.

Joana Moreira e Rita Ferreira – atletas do Acro Clube da Maia, são campeãs do mundo de ginástica acrobática, no grupo de idades dos 12 aos 18 anos. Foram a Putian, na China, e apesar da tenra idade trouxeram o ouro para Portugal.

A atriz Wanda Stuart não foi homenageada mas também recebeu uma Barbie personalizada.

 

 

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.