Balonismo Vai Colorir O Céu Da Beira Baixa E Coruche Em Novembro

A Windpassenger volta a trazer a Portugal alguns dos maiores balões do mundo. O primeiro evento “Voar na Beira Baixa”, organizado pela Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa, com direção técnica da Windpassenger e apoio de Cepsa Gás e RR, decorre de 3 a 7 de novembro. Poucos dias depois, entre 9 e 14 de Novembro, aterra na vila ribatejana a quarta edição do Flutuar – Festival Internacional de Balonismo de Coruche by Cepsa.

Voar na Beira Baixa

Durante estes dias, salvo se as condições climatéricas não o permitirem, irão realizar-se nos municípios de Oleiros, Proença-a-Nova, Penamacor, Idanha-a-Nova, Castelo Branco e Vila Velha de Ródão, voos livres de balões de ar quente, com várias descolagens em simultâneo, incluindo o balão “Beira Baixa”, a “Mota” (o maior balão de forma especial do mundo) ou um barco voador de piratas.

Para quem prefere ficar em terra, poderá aproveitar o passeio BTT ou a caminhada urbana. O programa completo das atividades do evento encontra-se disponível no site.

Flutuar – Festival Internacional de Balonismo de Coruche

No céu de Coruche, de 9 e 14 de novembro, podem ser vistos entre 15 e 20 balões incluindo o maior balão de ar quente do mundo a voar comercialmente com passageiros, com capacidade para 32 pessoas.

Há voos de balão todos os dias, com compra de bilhetes antecipada, ao início da manhã e ao final da tarde, e batismos de voo em balões estáticos, que permitem viver a experiência gratuitamente.

Durante o fim de semana, a agenda será reforçada com atividades para todos os gostos e idades, desde jogos tradicionais portugueses a caminhadas com provas de vinhos locais, a concentração de clássicos, espetáculos com bandas musicais ou o espetáculo de luz e música eletrónica “Night Glow”, com DJ pela noite dentro. O festival irá ainda acolher um mercado de artesanato e produtos locais, um street food fest, Gastronomia Tradicional de Coruche onde poderão ser degustados alguns dos melhores pratos do distrito de Santarém.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.