As Novidades Editoriais do Grupo 20|20 Editora

O grupo 20|20 Editora divulgou as suas novidades para os primeiros meses do ano, através das suas chancelas Elsinore, Cavalo de Ferro, Vogais, Topseller e Nascente, onde se destacam grandes obras de não-ficção narrativa, romances premiados, clássicos e novas vozes da literatura nacional e internacional.

Em janeiro, com selo Elsinore, chega o romance Um Terrível Verdor, de Benjamín Labatut, com tradução de Guilherme Pires. A Cavalo de Ferro apresenta A Cripta dos Capuchinhos, de Joseph Roth, um romance com tradução de Sara M. Felício e Paulo Tavares. E Se Formos Nós, de Adam Silvera e Becky Albertalli, finalista Prémio Goodreads para Melhor Livro de Ficção Young Adult, é publicado pela Topseller e com chancela Vogais chegam às livrarias A Arte de Fazer Perguntas: O Poder da Interrogação na Criação de Ideias Revolucionárias, de Warren Berger e Insane Mode: A História da Tesla, de Hamish McKenzie, um relato eletrizante de uma das maiores histórias empresariais do século XXI. Com selo Nascente chega Liberdade, Felicidade e… Que Se F*da, de Mirian Goldenberg, que estará em Portugal em fevereiro para apresentar o livro.

No segundo mês de 2020 chegam aos escaparates os livros Sete Casas Vazias, de Samanta Schweblin, com tradução de Isabel Pettermann, livro vencedor do IV Premio Internacional de Narrativa Breve Ribera del Duero, com selo Elsinore e Os Três Irmãos que Nunca Dormiam e Outras Histórias de Distúrbios do Sono, de Giuseppe Plazzi, com tradução de Artur Guerra e Cristina Rodriguez. Os romances O Homem da Forca, de Shirley Jackson, com tradução de Raquel Dutra Lopes e O Silencieiro, de Antonio Di Benedetto, com tradução de Isabel Pettermann são os livros publicados pela Cavalo de Ferro.

Já a Topseller apresenta o romance de estreia Harriet Tyce, Laranja de Sangue e a Vogais edita Estado Crítico: Histórias do Limiar da Vida Humana, de Matt Morgan; O Salto Social: A Nova Ciência Evolutiva Sobre Quem Somos, de Onde Vimos e o que Nos Faz Felizes, de William von Hippel e Portugal: Breve História de Um Império, de David Birmingham. Taekwondo: o Caminho dos Pés e das Mãos, de José Romano, um livro original e inovador chega com selo Nascente.

Em março, Coração: uma História, de Sandeep Jauhar, com tradução de Rita Canas Mendes e o romance Caronte à Espera, de Cláudia Andrade são os destaques da Elsinore. A Cavalo de Ferro apresenta os romances Aproximadamente do Tamanho do Universo, de Jón Kalman Stefánsson, com tradução diretamente do original islandês por João Reis; Um Cemitério para Lunáticos, de Ray Bradbury, com tradução de Miguel Romeira e A Balada de Iza, de Magda Zsabó, com tradução de Piroska Angéla Felkai. A Topseller apresenta, por sua vez, o livro de estreia de Richard Roper,  Something to Live e o novo thriller psicológico do autor bestseller S. K. Tremayne, A Assistente. Inteligência Artificial: Como Funciona e Como a Podemos Usar Para Criar Um Mundo Melhor, de Nick Polson e James Scott e Pleased to Meet Me, de Bill Sullivan, um livro National Geographic são os títulos editados pela Vogais.

Em abril chega o terceiro livro de Édouard Louis e o seu terceiro grande sucesso, Quem Matou O Meu Pai, com tradução de Luísa Benvinda Pereira Álvares e ainda Pegadas – Em Busca dos Fósseis do Futuro, de David Farrier , vencedor do Prémio St Aubyn para Não-Ficção da Royal Society of Literature, ambos com chancela Elsinore. O romance Menina, de Edna O’Brien, com tradução de Raquel Dutra Lopes e o livro de poesia/ensaio Orlando Furioso contado por Italo Calvino, de Italo Calvino, com tradução de Margarida Periquito são os títulos publicados pela Cavalo de Ferro. O Bebé de Auschwitz, de Lily Graham e The Mercies, de Kiran Millwood Hargrave chegam aos escaparates pela mão da Topseller. A Vogais apresenta os títulos O Cérebro Noturno: Pesadelos, Neurociência e o Mundo Secreto do Sono, de Guy Leschziner, com histórias fascinantes por trás dos distúrbios do sono e Em Defesa da Sociedade Aberta, de George Soros, uma defesa apaixonada da sociedade aberta, da liberdade académica, dos meios de comunicação e dos direitos humanos.

O mês de maio conta com os títulos de ficção Seis Formas de Morrer no Texas, de Marina Perezagua e de não-ficção O Verdadeiro Criador de Tudo – ou como o cérebro humano moldou o Universo como o conhecemos, de Miguel Nicolelis, com chancela Elsinore. A Cavalo de Ferro apresenta o volume de ensaios inédito em Portugal, Natureza Morta com Brida, de Zbigniew Herbert, traduzido diretamente do polaco por Teresa Fernandes Swiatkiewicz. A Outra Mulher, de Mary Kubica, cujos direitos para o filme foram comprados pela Netflix, é o destaque da Topseller. A chancela Vogais apresenta Extra Time, de Camilla Cavendish, uma análise profunda a um tremendo desafio, de uma jornalista premiada, conselheira de David Cameron e O Voluntário, de Jack Fairweather, livro nomeado para o Prémio Costa na categoria de biografia.

O último mês do semestre traz o romance vencedor do Man Booker Prize 2019 (ex-aequo com The Testaments de Margaret Atwood), Girl, Woman, Other (título original), de Bernardine Evaristo, com tradução de Miguel Romeira, com selo Elsinore. A Cavalo de Ferro publica o romance Outrora e Outros Tempos, de Olga Tokarczuk, terceiro romance da vencedora do Prémio Nobel de Literatura de 2018, publicado em 1996, traduzido diretamente do polaco por Teresa Fernandes Swiatkiewicz. Indistractable, de Nir Eyal, livro nomeado para o Goodreads Choice Awards na categoria Science & Technology é o título apresentado pela Vogais.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.