As Músicas do Teatro e Cinema Português em Esta Vida é Uma Cantiga

Esta Vida É Uma Cantiga
Esta Vida É Uma Cantiga

Uma seleção de músicas portuguesas antigas, dos tempos de ouro do teatro revista e do cinema português são a base do espetáculo Esta Vida É Uma Cantiga que estreou a semana passada no Auditório do Casino Estoril. Henrique Feist, FF, Susana Félix e Yola Dinis interpretam conhecidos temas de diferentes géneros musicais, do fado às marchas, facilmente reconhecidos do público.

É um excelente espetáculo, tocado ao vivo, com direção musical de Nuno Feist. Com uma cenografia simples e adequada, concentramo-nos nos dotes vocais e talento dos intervenientes que mostram grande empenho nas suas atuações. A verdade é que descobrimos a alma de fadista do FF, confirmámos o talento de Susana Félix, o à vontade com que Henrique Feist leva o Santo António até à Broadway e ficámos a conhecer a voz poderosa de Yola Dinis.

A primeira parte traz-nos as memórias do teatro e da revista, com uma animada passagem pelas marchas e os santos populares. “O Coro das Farturas” de O 31, de 1931, “O Cigarro do Soldado”, da revista Céu Azul de 1914, ou “As Carvoeiras” da Revista Milho Rei, celebrizada por Maria das Neves (1935) são alguns dos temas a recordar.

Os cartazes das peças de teatro, assim como os temas que estamos a ouvir vêm em jeito documental, para nos situar. Atuações a solo, duetos, ou mesmo os quatro em palco vão-se sucedendo ao longo da noite. Depois do intervalo, as memórias centram-se na sétima arte, com um cenário típico de bairro lisboeta. Há mesas aos cantos, com as toalhas de xadrez e roupa estendida, a secar.

A viagem passa pela banda sonora de Canção de Lisboa, Bocage, O Trevo de Quatro Folhas, Aldeia da Roupa Branca, A Menina da Rádio, Pátio das Cantigas, Costa do Castelo, entre outros.

[satellite auto=on caption=off thumbs=on]

 

Esta Vida é uma Cantiga é um espetáculo da autoria de Henrique Feist e Vitor Pavão dos Santos. Vai estar em cena no Auditório do Casino Estoril até ao dia 25 de outubro, com sessões de quinta-Feira a sábado, às 21h30 e aos domingos às 16h00. Os bilhetes têm um custo de 15 euros. Há descontos para grupos (15% a partir de 10 pessoas e 25% a partir de 25 pessoas) e podem ser adquiridos no local.

Reportagem de Tânia Fernandes e António Silva

 

 

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.