Grupo de Teatro Infantil Animarte Leva Pollyanna à Cena Nesta Quadra

Pollyanna
Pollyanna

Um certo espírito natalício, de procurar ver o mundo pelo lado positivo, retêm-se da peça Pollyannna, em cena no Teatro da Malaposta. Feita com um público totalmente juvenil, é uma produção do Grupo de Teatro Infantil Animarte. Vai encantar os mais novos, que reconhecerão alguns atores de séries televisivas, mas também os mais velhos, que aqui encontram uma mensagem de conforto.

Pollyanna, a protagonista, é orfã e foi entregue aos cuidados de uma tia que não prima pela simpatia. Azeda e intransigente, apenas sabe assinalar e punir as insignificantes distrações de Pollyanna. No entanto, a menina não se deixa afetar pelas adversidades. Para ela, o mundo sorri e vêm em tudo um lado positivo, mesmo quando pouco há que a encante. Chama-lhe o “Jogo do Contentamento” e tenta passar esta sua forma de estar na vida aos outros, procurando assim, reduzir o estado de insatisfação geral.

No desenrolar do enredo, vamos conhecendo as personagens que fazem parte desta sociedade austera, em que parte da população vive no limiar da pobreza. A faixa mais abastada entretem-se com “sessões de caridade”, como forma de dinamizar o seu tempo livre, no entanto, portas a dentro, as suas atitutes nem sempre são dignificantes.

Pollyanna é uma fonte de energia e de alegria para os que a rodeiam, contagiando-os de tal forma, que consegue mudar atitudes e comportamentos, mesmo quando a adversidade lhe toca a ela. Ainda que haja alguns momentos de maior dramatisto, há cenas verdadeiramente hilariantes, nomeadamente quando ficamos a conhecer uma tia resmungona, mas muito vaidosa!

Pollyanna é baseado no texto de Eleanor H. Porter, romance do início do século XX. A peça tem encenação de Sofia Espírito Santo e conta no elenco com Beatriz Coelho, Francisco Monteiro, Beatriz Leonardo, Filipa Louceiro, Henrique Mello, Matilde M. Ferreira, Miguel Mestre e Sara Mestre.

A peça vai estar em cena até 31 de janeiro, às sextas feiras, às 21h00, sábado às 16h00 e 21h00 e domingo às 16h00, no auditório da Malaposta. A peça tem a duração de 75 minutos e está classificada para maiores de 6 anos.

Os bilhetes podem ser adquiridos no local e online e custam 6 euros.

Reportagem de Tânia Fernandes (Texto e Fotos)

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.