Álbum de Memórias Índia Portuguesa 1954.1962 revisitado no Padrão dos Descobrimentos

Ana Filipa Guardião procede à visita Prisioneiros das Culturas Cruzadas no dia 25  de Novembro, às 15h30, no Padrão dos Descobrimentos.

[…] A marca simbólica do Padroado Português do Oriente constitui, ainda hoje, um eixo de cruzamento entre as duas culturas. De Margão, Mapusa ou Pangim, a Goa portuguesa mantém uma memória edificada e cultural que se manifesta na traça das casas indo-portuguesas, no nome das ruas, nas centenas de igrejas e capelas, nos momentos de oração… […]

As visitas devem ser previamente marcadas e estão sujeitas a confirmação.

Os bilhetes são a 3,00 euros. Os Professores, Estudantes, Membros da Associação Nacional dos Prisioneiros de Guerra, Membros do Observatório Político têm desconto.

Texto de Clara Inácio

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.