Adega Machado Reinventa Carta E Convida A Uma Visita

Reportagem de Elsa Furtado (Texto e Fotos)

Lisboa é Fado, Vida e Emoção e no Verão enche-se destas e outras características e vivências empolgantes. Nas Avenidas, nas Ruas e Travessas criam-se memórias e fazem-se amigos, mas é nos bairros típicos, especialmente à noite, que a alma da cidade ganha vida, com o Fado a ouvir-se entre as portas e janelas semi-abertas. No Bairro Alto, a Adega Machado é um dos pontos de visita obrigatórios, com um elenco de fadistas de renome e com uma carta à altura e que foi recentemente renovada.

Da autoria do Chefe Executivo Aléxis Gregório, natural do Brasil, (também responsável pelas cartas de outros espaços do grupo Fado & Food Group), a nova carta aposta na Cozinha Portuguesa reinventada.

E para dar a conhecer as novas criações, o Chefe Aléxis preparou dois menus de degustação, com seis pratos cada. O primeiro – Terra e Mar – propõe “uma viagem pelos sabores do mar e do campo, primando pela frescura dos ingredientes, vegetais, peixe e carne”, que inclui Couvert – Pão e Manteiga, Amusebouche – Cavala Alimada, Entrada – Chouriço de Vitela, Puré de Aipo, Chutney de Frutos Vermelhos, Peixe – Robalo e Lombardo, Carne – Vitela, Puré de Grão, Cenoura e Sobremesa – Pudim de Caramelo Salgado, Gelado de Manjericão e Gin, “Bolo” Espuma de Amendoim. Uma menu muito criativo e com uma apresentação muito inovadora.

O segundo – Menu Campestre – apresenta uma opção vegetariana: Couvert – Pão e Manteiga, Amusebouche – Beringela Alimada, Entrada – Cannoli, Mousseline de Ervilhas, Gaspacho, Primeiro Prato – Rissol de Cogumelos e Espinafres, Arroz de Algas, Segundo Prato – ”Gnocchi alla Romana” e Cogumelos e para Sobremesa – Maracujá e Lima.

Cada menu custa 47 euros por pessoa.

Para quem preferir pedir à Carta pode escolher entre Bife à Portuguesa, Frango no Churrasco, ou Bacalhau Braseado (30 euros). E para sobremesa pode ainda optar por um
Duo de Chocolates, Macaron, Streusel e Coulis de Frutos do Bosque ou Fruta (15 euros).

A acompanhar estes pratos deliciosos, e inovadores, sugere-se um vinho nacional, dos vários que compõem a carta da casa.

Nos interlúdios faz-se silêncio, que se canta o fado. Marco Rodrigues, Pedro Moutinho, Isabel Noronha, Bárbara Santos, acompanhados por João Silva (viola), António Dias (guitarra portuguesa), Fred(erico) Gato, Vasco Sousa (baixo) e André Moreira (baixo), entre outros convidados ocasionais, são alguns dos nomes que podemos ouvir por aqui à noite.

Uma visita que vale mesmo a pena, a esta casa aberta em 1937.

A Adega Machado funciona aos jantares das 19h00 às 02h00 (todos os dias), tem ainda um terraço e um espaço de petiscos. As reservas podem ser feitas por telefone.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.