Academia Portuguesa de Cinema premeia José Fonseca e Costa, Eduardo Serra e Henrique Espírito Santo

sophiaA Academia Portuguesa de Cinema anunciou que este ano vai distinguir o realizador José Fonseca e Costa, o diretor de fotografia Eduardo Serra e o ator e produtor Henrique Espírito Santo, com o Prémio Carreira – dos Prémios Sophia.

José Fonseca e Costa, com uma carreira de mais de meio século, realizou “filmes marcantes na história do cinema português como o O Recado (1972), Kilas, o Mau da Fita (1980), Sem Sombra de Pecado (1983), A Balada da Praia dos Cães (1987), A Mulher do Próximo (1988), Cinco Dias, Cinco Noites (1996) ou Viúva Rica Solteira Não Fica (2006)”, informa a Academia em comunicado.

Eduardo Serra participou em filmes como A Mulher do Próximo (Fonseca e Costa), O Processo do Rei (João Mário Grilo), Amor e Dedinhos de Pé (Luís Filipe Rocha), O Judeu (Jom Tob Azulay), e O Delfim (Fernando Lopes) e participou em diversas produções internacionais como Jude (Michael Winterbottom), Blood Diamond (Edward Zwick), Harry Potter and the Deathly Hallows: Part 1 e 2 (David Yates), Girl with a Pearl Earring (Peter Webber) ou The Wings of the Dove (Iain Softley), tendo recebido Oscars e um BAFTA por estes dois últimos.

Henrique Espírito Santo “distinguiu-se como ator e produtor em títulos como A Culpa, de António Victorino de Almeida, Meus Amigos, de António da Cunha Telles, O Bobo, de José Álvaro Morais, Sinais de Fogo, de Luís Filipe Rocha e Tabu, de Miguel Gomes”.

Texto de Catarina Delduque

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.