A Estudante E O Sr. Henrique – Humor E Ternura No Teatro Villaret

Por Tânia Fernandes

É uma peça para rir, assente em diálogos humorísticos, construídos a bom ritmo, mas a puxar para o sentimento. A peça A Estudante e o Sr Henrique, que estreou esta semana, no Teatro Villaret mostra-nos uma invulgar amizade intergeracional. Há conflitos familiares, personagens hilariantes que nos fazem rir pelo exagero, mas também uma ternura que vai amadurecendo ao longo na narrativa.

José Pedro Gomes, Aldo Lima, Inês Castel-Branco e Inês Sá Frias formam o elenco de A Estudante e o Sr Henrique. Personagens quase irreais de tão ridículas e cómicas, no exagero com que vestem os seus papeis. O espectáculo é a adaptação portuguesa do texto do francês Ivan Calbérac, com encenação de Ricardo Neves-Neves. Conta a história de uma jovem estudante, Constança, que aluga um quarto ao Sr. Henrique, um idoso mal humorado. A situação dá-se por falta de recursos dela, que encontrou ali o quarto mais barato do mercado e pela necessidade dele, em ter companhia.

A convivência vai destapando carências, de ambas as partes, e construindo ligações. A autoestima dela, esmagada pelo pai, limita-a de reconhecer o seu talento e ele prova que dentro do aparente azedume há muita preocupação e amor para com o outro.

Ultrapassados os atritos iniciais de convivência, a relação senhorio-inquilina evolui para um pacto: O Sr. Henrique quer-se ver livre da nora tonta e para isso, pede que a Constança que se aproxime e seduza o filho.

José Pedro Gomes, no papel de Henrique, é o rabugento mais adorável do mundo. Intratável e sarcástico até quebrar o gelo. Inês Sá Frias faz de jovem doce e atrevida, não tão ingénua como aparenta no início. Aldo Lima, no papel de Paulo, cria um personagem quase mais velho do que o Sr. Henrique, pela postura corcunda e tiques ridículos e destaque também para Inês Castel-Branco, no despropósito com que construiu a nora Vitória, tola, de olhar arregalado, mas coração sincero.

Entre falas e piadas, há uma lição de vida que se revela ao som do piano. Podia ser só uma peça para nos fazer descontrair, mas há aquela componente realista e sincera que acaba por fazer com que a peça A Estudante e o Sr Henrique não seja só mais uma ida ao teatro.

O espetáculo pode ser visto de quinta-feira a sábado, as 21h00 e domingos às 17h00 no Teatro Villaret, em Lisboa. Os bilhetes encontram-se a venda nos locais habituais e no local e custam 18 euros.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.